Superfícies viram controle com Knocki

MarinaShimamoto - 23 de maio de 2016 - 14:16

Superfícies viram controle com Knocki

Aparelho, que já está disponível para compra via site oficial, conta com um aplicativo para iOS e Android.

(CCM) — Com conexão estabelecida via WiFi e acompanhando um software específico para o acessório, criado para as plataformas iOS e Android, uma novidade foi desenvolvida no intuito de tornar qualquer aparelho, ao encaixá-lo em determinada superfície, um controle remoto.



Dispondo de uma tecnologia capaz de identificar e decodificar vibrações e batidas aleatórias, com o auxílio de um sensor não acústico, o Knocki, como é chamado, faz com que paredes, móveis, portas e mesas passem a ser sensíveis ao toque.

Voltado para diversos programas e equipamentos, o gadget sem fio começa a compreender os comandos a partir do momento que o usuário define o gesto que aciona o mecanismo do dispositivo e, posteriormente, efetue o número de batidas que correspondem a cada movimento.

Entre outras funcionalidades, o produto, que pode ser acoplado, por meio de parafusos ou uma fita adesiva removível, possibilita ao usuário localizar seu smartphone, telefonando para ele, no caso da perda do aparelho pela casa, além de receber notificações quando alguém bater na porta, controla as configurações e desativa o despertador, e consegue controlar todos os equipamentos de áudio da residência.

Com uma autonomia de algo em torno de 12 meses, conforme relata a empresa, e operando com quatro pilhas AAA, o acessório suporta, entre os principais gadgets e programas, o Google Mail e Calendar, Spotify, Twitter, Facebook, Philips Hue, Nest, D-Link Smart Plug, IFTTT, entre outros.

Podendo ser instalado em vários ambientes, tanto do escritório como da residência, sem ocorrer qualquer tipo de interferência, o Knocki, que tem previsão de começar a ser enviado em dezembro deste ano, custa, em média, US$ 69,00 (R$ 246), via página oficial do produto.

Foto: © Kickstarter.
Siga o CCM Brasil no Twitter
Adicionar comentário

Comentários

Comentar a resposta do usuário anônimo