Algoritmo detecta mentiras em e-mails

ninha25 - 9 de julho de 2016 - 05:32

Algoritmo detecta mentiras em e-mails

Uma equipe de cientistas criou um algoritmo que analisa e-mails para descobrir se eles contêm mentiras.

(CCM) — Os pesquisadores Stephan Ludwig, Tom van Laer, Ko de Ruyter e Mike Friedman desenvolveram um algoritmo (link em inglês) que analisa e-mails para descobrir mentiras com mais precisão do que faria qualquer ser humano, desde a promessa improvável de ganhar milhões com o simples fato de responder a um simples e-mail até a desculpa dada, para o patrão, para não ir ao trabalho.



O algoritmo, que interpreta a maneira como as pessoas escrevem quando pretendem mentir, foi criado depois de estudar vários padrões de mentiras. O que é repetido quando alguém está disfarçando a realidade? Por exemplo, no uso específico da linguagem, no momento de mentir, as pessoas evitam o uso de pronomes pessoais no singular, como "eu" ou "você", ao invés disso faz um uso exacerbado dos adjetivos. Além disso, as pessoas oferecem muitas explicações para tentar convencer o receptor e também a si mesmos.

O algoritmo abre um mundo de possibilidades para saber se alguém está mentindo: de uma conversa real com amigos até saber se um político nos mentiu ou se tem algo suspeito em um contrato de seguro de casa. Mesmo que, o algoritmo esteja ainda em fase de testes, não seria difícil encaixá-lo em um processador de texto ou em serviços de e-mails. O usuário não estará a salvo de outras ameaças, mas pelo menos vai saber se quem escreve está dizendo a verdade ou não.

Foto: © ra2studio - Shutterstock.com
Siga o CCM Brasil no Twitter
Adicionar comentário

Comentários

Comentar