WhatsApp volta a ser bloqueado

MarinaShimamoto - 19 de julho de 2016 - 15:40

WhatsApp volta a ser bloqueado

App recebe nova determinação da justiça e operadoras começam a bloquear os serviços oferecidos pela ferramenta.

(CCM) — Em cumprimento a uma decisão judicial do estado do Rio de Janeiro, as operadoras de telefonia voltaram a bloquear o serviço de mensagens instantâneas WhatsApp. Com isso, os usuários de redes móveis não terão mais acesso à ferramenta até que a justiça libere o uso do aplicativo.

A primeira empresa a comunicar o bloqueio do serviço foi a Vivo, que disse ter interrompido o funcionamento do app às 14h desta terça-feira (19). A proibição veio da comarca de Duque de Caxias, determinando a suspensão imediata dos serviços oferecidos pela empresa e, caso a ordem seja descumprida, as companhias poderão pagar multas de R$ 50 mil por dia.

A responsável pelo bloqueio é Daniela Barbosa de Souza, juíza da 2ª Vara Criminal de Duque de Caxias, no Rio. Segundo informações, a juíza explicou que o Facebook, empresa responsável pelo app, continua a descumprir a decisão judicial. Além disso, a juíza também afirmou que a empresa trata o Brasil como uma "republiqueta", já que não dá importância para a ordem saída dos tribunais do País.

O Facebook teria sido notifica sobre a exigência dos dados de usuários e a resposta encaminhada à Justiça brasileira teria vindo em inglês e solicitando que a magistrada também respondesse em inglês. Ou seja, pelo olhar da justiça, a empresa está desprezando as leis nacionais, como se a língua oficial do Brasil fosse o inglês e não o Português, além de não se adequar dentro da legislação brasileira, tendo em vista a cede da companhia em solo nacional.

Foto: © Pixabay.
Siga o CCM Brasil no Twitter

Última modificação: 19 de julho de 2016 às 15:40 por MarinaShimamoto.
Adicionar comentário

Comentários

Comentar