PSafe bloqueia malwares do Pokémon GO

MarinaShimamoto - 24 de agosto de 2016 - 11:00

PSafe bloqueia malwares do Pokémon GO

A empresa de segurança PSafe anunciou a detecção de mais de 300 tipos de vírus envolvendo o game Pokémon GO.

(CCM) — Recentemente, em relatório relacionado ao famoso game de realidade virtual da Nintendo, o Pokémon GO, a companhia de segurança PSafe detectou e realizou o bloqueio de mais de 300 variações de ameaças. Foram mais de 120 mil ciberataques identificados pela empresa brasileira.

Com o objetivo de atrair os usuários, os criminosos tentam fazer, por exemplo, com que as pessoas assinem serviços pagos de SMS, além de efetuarem download de uma série de ferramentas. Entre os principais malwares encontrados e publicados no documento estão falsos guias de buscadores de Pokémon, que prometem trazer mais Pokécoins, Pokéballs, entre outros.

Para confundir os jogadores, também é possível localizar, via Google Play, softwares maliciosos que possuem o mesmo nome da edição verdadeira. A PSafe alerta que no caso mais grave das ameaças, o smartphone do usuário chega a ser 'furtado'. O malware Pokémon.ScreenLocker pede uma autorização de administrador e, posteriormente, bloqueia completamente o aparelho.

Para evitar problemas como estes, é fundamental não só baixar apps de lojas oficiais, como fazer uso de senhas fortes, ou seja, que intercalem letras maiúsculas e minúsculas, além de possuir um antivírus com certificação instalado no smartphone.

Foto: © Psafe.
Siga o CCM Brasil no Twitter

Última modificação: 24 de agosto de 2016 às 11:00 por MarinaShimamoto.
Adicionar comentário

Comentários

Comentar