Falhas de segurança no Snapchat e Skype

ninha25 - 23 de outubro de 2016 - 07:05

Falhas de segurança no Snapchat e Skype

Estudo realizado pela Anistia Internacional alertou sobre a vulnerabilidade de serviços de mensagens.

(CCM) — A ONG Anistia Internacional publicou um informe questionando o grau de segurança de várias redes sociais e aplicativos de mensagens instantâneas. A análise de onze desses programas revelou que os populares Snapchat, usado por 100 milhões de pessoas por dia, e o programa de chamadas Skype, são altamente vulneráveis aos ataques cibernéticos, já que nenhum deles tem sistema de proteção.



O estudo foi baseado em vários critérios, tais como criptografia de mensagens e chamadas, ou a facilidade com que as empresas fornecem informações de seus usuários às autoridades. O melhor posicionado foi o WhatsApp junto com o Messenger do Facebook. Eles são seguidos de perto pelo iMessage da Apple e pelo Telegram. O último da lista foi o Tencent da China, cujas comunicações são totalmente expostas.

O sistema conhecido como criptografia protege as informações enviadas entre usuários com uma única chave que dá acesso ao conteúdo, de modo que ninguém, a não ser os interlocutores, é capaz de interceptá-lo. A Anistia Internacional, ONG de defesa dos Direitos Humanos reconhecida internacionalmente, está particularmente preocupada com o uso de aplicativos de mensagens, já que eles se tornaram, nos últimos anos, o principal meio de comunicação de ativistas ao redor o mundo, bem como o meio preferido para transmitir testemunhos de violações dos direitos e outras informações confidenciais.

Foto: © Thomas Deco - Shutterstock.com
Siga o CCM Brasil no Twitter
Adicionar comentário

Comentários

Comentar