Integração de aplicativos empresariais (EAI)



O que é a Integração de Aplicações Empresariais

O objetivo do EAI (Enterprise Application Integration) é alcançar a interoperabilidade e a organização do fluxo de informações entre aplicações heterogêneas, ou seja, garantir a comunicação entre as diferentes aplicações que constituem o sistema de informação da empresa, incluindo clientes, parceiros ou fornecedores.

Portanto, em primeiro lugar, o projeto EAI envolve a implementação de uma arquitetura em que as diferentes aplicações se comuniquem entre si. Assim sendo, isso implica no desenvolvimento de conectores (middleware) para a interface das aplicações que utilizam protocolos de comunicações diferentes (geralmente proprietários). Contudo, o projeto de EAI vai além da interoperabilidade das aplicações, pois permite definir um workflow (fluxo de trabalho) entre as aplicações, representando, assim, uma alternativa para o Planejamento de Recursos Empresariais com um enfoque mais modular. Mesmo assim, o EAI apresenta limitações relacionadas com a rigidez de sua herança (legacy), porque é preciso alterar o middleware quando há modificações importantes nas aplicações.
Nosso conteúdo é produzido em colaboração com especialistas em tecnologia da informação sob o comando de Jean-François Pillou, fundador do CCM.net e diretor digital do Grupo Figaro. CCM é um site sobre tecnologia líder em nível internacional e está disponível em 11 idiomas.

Veja também

Última modificação: 18 de julho de 2017 às 09:28 por Lucia Maurity y Nouria.

Este documento, intitulado 'Integração de aplicativos empresariais (EAI)', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (https://br.ccm.net/) ao utilizar este artigo.