Tutorial do software Super

O software Super é um codificador múltiplo de arquivos multimídia, que suporta muitos arquivos de áudio e vídeo. Apesar de ser em Inglês, seu uso intuitivo e sua gratuidade o tornam um software bastante usado no setor multimídia.

Saiba que, além do controlar os formatos dos arquivos, ele também gerencia a codificação específica para determinados dispositivos multimídias, como os telefones, os leitores MP3/MP4 assim como os consoles de jogo. Ele é atualizado anualmente.


Como instalar o Super

Para baixar e instalarosoftware, clique neste link. Uma vez baixado, clique duas vezes no executável (EXE).

Selecione o idioma Português quando as opções são apresentadas e faça OK. Clique me Avançar e de novo Avançar. Clique em Aceitar. Escolha um diretório onde instalar o software, clicando em Percorrer ou, se quiser, deixe o diretório padrão. Instale-o.

Quando o software estiver instalado corretamente, clique me Terminar.

Como usar o Super

As opções

Aparentemente até pode parecer complicado mas, na verdade, é bastante intuitivo. A janela principal é dividida em seis grandes áreas, que utilizam um código de cores específico para cada uma delas (em vermelho, o formato; em verde, o vídeo; em azul, o áudio):

Primeira área: escolha do arquivo de saída, no topo, você decide o formato de seu arquivo multimídia pode ser transformado, por exemplo AVI ou MP3; escolha com que driver de vídeo codificar o arquivo (válido apenas para o caso de um arquivo de vídeo). Um dos codecs mais conhecidos é o Divx, mas existem outros. Por padrão, o software coloca o mais utilizado, com a extensão selecionada. Por exemplo, para o AVI, ele põe o MPEG-4. Se você não sabe qual escolher, deixe o padrão. Para saber se um codec de vídeo é compatível com o seu player, consulte o manual do seu leitor, mas saiba que o driver DivX é reconhecido pela maioria dos leitores; escolha com que driver de áudio codificar o arquivo. Na maioria dos casos, utilizamos o MP3 que é um formato muito utilizado, logo, se você não souber qual escolher, deixe este último, pois ele é reconhecido pela maioria dos leitores. Os quatro botões de seleção te ajudam a escolher que codificador externo usar... deixe o padrão, se você não souber o que botar. DirectShow Decode é uma opção específica para o Windows Media Player, que parece garantir a compatibilidade entre o vídeo e o Media Player.


Segunda área: tratará do vídeo em si mesmo (verde); o software não processará o vídeo... o arquivo de saída só será composto do som; o software não fará nenhuma alteração no vídeo... ele só copiará o arquivo original de saída. Assim, você não precisará procurar as características do vídeo original. As seguintes opções, só serão utilizáveis se o Cópia da tela estiver desativada: ajustar o tamanho do vídeo, os valores disponíveis variam dependendo da configuração 4/3, 16/9... Se você selecionar sem alterações, o software manterá o mesmo tamanho da imagem que o vídeo original. Se você selecionar mais , você terá outro conjunto de opções de tamanho... . Se você selecionarmais uma segunda vez, você poderá digitar diretamente o tamanho da imagem no teclado; ajustar o formato da imagem (4/3 ou 16/9, por exemplo). Trata-se da relação largura/altura. Um vídeo panorâmico padrão em formato 16/9; selecionar o número de imagens por segundo... Certifique-se de que seja superior a, pelo menos, 23... Abaixo, o vídeo pode ser irregular e cortado; configurar a velocidade do vídeo em bits/segundo. Quanto maior a velocidade, maior a qualidade, mas, mais pesado o arquivo; opções adicionais para fazer outros ajustes, bastante complexo para iniciantes. Para codificador confirmado!

Terceira área: trata das configurações do áudio (azul). Áudio indisponível</gras, pois extrai apenas o vídeo. No Arquivo de saída, haverá um vídeo sem som. Se a opção Cópia do stream, o software não fará quaisquer mudanças na trilha sonora... Ele copiará a trilha sonora original do arquivo para o arquivo de saída, sem mudar nada; seleciona a freqüência de amostragem de áudio. Quanto maior a freqüência, maior a qualidade do som, mas mais pesado será o arquivo. Por padrão, ele tem 96, o que já ótimo em termos de qualidade. Caso queira, você pode colocar mais; permite a seleção de um canal mono (1) ou estéreo (2). Prefira sempre um canal estéreo, a maioria dos vídeos, exceto os muito antigos, é estéreo; configure a velocidade da trilha sonora em bits /segundo. Quanto maior a velocidade, maior a qualidade, mas mais pesado o arquivo; codifique o DVD para outro formato (converter um DVD para Divx, por exemplo). Você pode selecionar a faixa de áudio desejada (em outras palavras, a linguagem).

<bold>Quarta área
: resumo das opções acima (vermelho). Aqui, nada para configurar, trata-se apenas de um breve resumo sobre as configurações escolhidas acima. Você verá que esta área respeita o código de cores.

Quinta área: lista dos arquivos a serem codificados. Nesta área será enumerada a lista dos arquivos que o software deve codificar: Ativo, permite que o usuário indique se o software deve codificar o arquivo ou não, trata-se de uma caixa de seleção, ao lado do nome do arquivo; Nome do arquivo | Link do streaming, mostra o nome dos arquivos de multimídia ou o link internet do vídeo (SUPER também pode codificar os vídeo da web); Status de saída com as informações sobre a conversão em andamento, como o tamanho atual do arquivo de saída.

Sexta área: Painel de Controle. Está área é usada para controlar o software e a conversão. Codificar para iniciar a conversão dos arquivos ativos, ou seja, selecionados (marcados). Quando não há arquivos ativos a cor é cinza:
leitor (Arquivos selecionados | Streams) para ler os arquivos ativos. Super também é um leitor de multimídia. Quando existem vários arquivos ativos, passa-se ao seguinte, pressionando a tecla Esc; opções do leitor: Ajusta as opções do leitor de multimídia; tela cheia (Esc para sairt). quando marcada, ativa o modo Tela Cheia durante a leitura de um arquivo. Esta opção é marcada por padrão. Aspecto 4 :3 para ler o vídeo no formato 4/3 (não panorâmico); Aspecto 16 :9, quando esta opção e a anterior estão desmarcadas, o software escolhe, ele mesmo, o formato adequado; Leitura lenta para ler o vídeo em câmera lenta, entre outros recursos.

MENU (botão M no topo da janela)

Adicionar arquivos de mída (CTRL+A) para adicionar um arquivo de mídia a ser codificado.

Adicionar arquivos na playlist ASX, M3U, PLS, WMX (CTRL+ D) para adiciona uma playlist a ser codificada (ou seja, uma lista de leitura de arquivos de mídia gravada por um leitor como o Windows Media Player).

Adicionar links de streaming de mídia mms:// rtsp:// [http://] (CTRL+ M), o software também pode codificar um vídeo exibido em um site (streaming). Esta opção permite adicionar um link internet para o vídeo.

Marcar/selecionar tudo (CTRL+C), todos os arquivos na lista de arquivos (área 5 do software, veja acima) serão selecionados para uma conversão. Todos eles serão assinalados.

Desmarcar todos os itens (CTRL+U): todos os arquivos na lista dos arquivos (área 5, veja acima) serão desmarcados e, conseqüentemente, ignorados pelo software.

Remover itens (CTRL+R), remove da lista (área 5) todos os arquivos em destaque. Para realçar um arquivo, basta clicar no seu nome; para selecionar vários, mantenha a tecla CTRL pressionada e clique em seu nome.

Limpar a lista arquivos tratados para deixar os não tratados (CTRL+S). remove da lista dos arquivos (área 5) todos os arquivos, corretamente, codificados e deixa aqueles que ainda não o foram, assim como aqueles que o software não conseguiu codificar.

Remover arquivos que não conseguiram ser codificados (CTRL+E), remove da lista dos arquivos (área 5) todos os arquivos que o software não conseguiu codificar.

Gerenciar arquivos salvos (CTRL+O), altera o diretório onde o software salvou os arquivos convertidos.

Entre outras opções.

Como converter um arquivo

Abra o software com Iniciar > Todos os Programas > SUPER Versão... /SUPER ou através do atalho na Área de trabalho.

Dois modos para adicionar um vídeo: você pressiona CTRL + A ou você passa pelo menu, clicando no M, no topo da janela e selecionando Adicionar..., Selecione o arquivo de mídia, que você quer codificar e clique em Abrir. Repeta a manipulação para todos os arquivos que quiser codificar. Faça as alterações que desejar no vídeo ou no som, de acordo com a descrição dada para cada opção, no parágrafo anterior.

Os arquivos a serem codificados serão enumerados na lista dos arquivos; uma caixa de seleção permite que você escolha, se deseja ou não, a codificação. Basta clicar em Codificar para que eles sejam codificados no formato que você escolheu, com as opções que você selecionou no seu diretório de destino.

Quais formatos de mídia

3GP/3G2: formato de vídeo de certos celulares como o Nokia, o Motorola, etc...

ASF - Advanced Streaming Formato, antigo formato de vídeo utilizado pela Microsoft, para os vídeos em streaming, na Internet (Vídeo inserido em uma página web). Pouco utilizado, hoje em dia.

AVI - Audio Video Interleave, formato de vídeo mais utilizado, principalmente, para os Divx. É um formato reconhecido pelos leitores de DVD de sala, os leitores Divx...

DV - Digital Video, formato de vídeo utilizado para gravação de vídeo digital em suporte magnético (fita). Usado pelos gravadores digitais e filmadoras com fita (k7). Este formato é pesado, mas é de alta qualidade.

FLV - FLash Video, formato de vídeo para streaming, na web, muito utilizado em sites de compartilhamento de vídeo como o YouTube, Dailymotion ...

SWF - Small Web Formato, agora ShockWave Flash, é um formato de vídeo utilizado para animação, na Internet (Jogos Flash, Comerciais...)

MKV - Matroska é um novo formato que está emergindo, pouco a pouco. Destinada, segundo algumas pessoas, a substituir o AVI, um dia. Permite muitas coisas, como a inserção de um grande número de trilhas sonoras e legendas em um único vídeo. Apesar do formato prático, é pouco compatível com os Divx Players, leitores de sala, etc... Atualmente, só é usado no computador. Este formato, ao contrário do AVI, é compatível com o padrão HD (High Definition).

MOV - Formato ligado ao QuickTime da Apple. Certas câmeras digitais salvam vídeos neste formato.

MP4 - um dos prováveis sucessores do AVI. Muito utilizado nos leitores do mesmo nome, certas filmadoras digitais gravam neste formato. Também é lido em certos consoles de jogos como o PSP ou PS3 da Sony. O MP4 é um sério concorrente do MKV, com a vantagem de ser mais compatível com os leitores de sala... No entanto, verificar o formato compatível seus leitores de sala.

MPG - m antepassado do MP4, este formato é compatível com quase todos os leitores de CD.

OGG - mais conhecido em áudio do que em vídeo. É um formato livre, pouco conhecido. Às vezes é usado para os Jogos de vídeo. Ele é pouco, ou nada, compatível com os leitores de sala.

TS/M2TS - Transport Stream, é um formato de vídeo utilizado por certos modens digitais (FreeBox, por exemplo) para gravar vídeos (filmes) de televisão. Formato geralmente protegido. O M2TS é equivalente ao TS para a HD.

WMV - Windows Media Video, é um formato de vídeo, propriedade da Microsoft. Este suporte substitui o antigo ASF. É usado, em geral, para vídeos curtos, disponíveis na Internet. Trata-se também do formato de vídeo usado pelo software Windows Movie Maker.

VCD - Video CD formato para gravação de vídeo em um CD (Compact Disk). Este formato tem a vantagem de ser compatível com todos os leitores de sala.

SVCD - Super Video CD mesmo formato que o VCD, mas com melhor qualidade de vídeo.

DVD - Digital Versatile Disk Como o próprio nome indica, permite a gravação de vídeo em suporte de DVD. Este formato é compatível com os leitores de sala.

AAC - Advanced Audio Coding é um formato de áudio destinado apenas para competir com o MP3, ele oferece uma melhor relação qualidade/ velocidade que seu irmão mais velho; trata-se, então, de um melhor formato de MP3. Muito utilizado pela Apple ou pela Real. É compatível com os consoles de jogos (PSP, Wii, DS ...) e alguns leitores de MP3. Também é usado para a trilha sonora dos vídeos Divx e outros...

AC3, mais conhecido como Dolby Digital, é um padrão de áudio para os filmes de DVD.

AMR é um formato de áudio de baixa qualidade, geralmente, utilizado para celulares.

APE, Monkey's Audio é um formato de áudio sem perda, logo, de melhor qualidade que o MP3 mas, que não dispõe de nenhum fluxo de informação e, não é compatível com os leitores MP3/MP4.

FLAC é um formato de áudio sem perda, logo, de melhor qualidade que o MP3. Como o APE, não dispõe de nenhum fluxo de informação; porém, apesar de ser pouco compatível com a maioria dos leitores, é mais do que o APE.

MMF: pouca informação sobre ele, utilizado para celulares.

MP2: ancestral do MP3, raramente utilizado, hoje em dia.

MP3: formato de áudio com perda, muito conhecido e utilizado, atualmente. Pode ser lido em todos os leitores de multimídia (leitor de sala, leitor MP3/MP4, consoles de jogos, computador, televisão, auto-rádio...)

MPC: formato de áudio com perda. Não é compatível com os leitores MP3 ou leitores de sala.

WV: formato de áudio com ou sem perda. Pouco compatíveis com os leitores de multimídia, além do computador.

WAV: formato de áudio, geralmente, sem perda. Este formato restitui um som perfeito mas, em compensação , é muito pesado. Este formato é compatível com todos os leitores de multimídia.

WMA: Windows Media Audio Formato de áudio com perda, propriedade da Microsoft. É compatível com a maioria dos leitores de multimídia...

Exemplos de conversão

MOV para AVI (com codecs Divx): CTRL + A para adicionar o vídeo MOV. Selecione as opções do software como descrito na imagem abaixo. Verifique o formato do seu vídeo (4/3 ou 16/9), se não o vídeo será deformado. Uma janela adicional especialmente para Divx aparece. Selecione a opção Divx e OK. Espere até o fim da conversão.

AVI (Xvid) para AVI (Divx): mesmo procedimento que o anterior.

FLV para AVI (Divx): não funciona com todos os vídeos FLV. CTRL + A para adicionar o vídeo FLV. Selecione as opções, marque a opção FFmpeg . Verifique o formato do seu vídeo (4/3 ou 16/9) se não a imagem será deformada. Clique em Codificar, uma janela específica para Divx vai aparecer. Selecione a opção Divx e clicar em OK

Observação: pode acontecer que o Super trave e não responda, mas ele continuará a codificação (não esqueça de verificar se o vídeo convertido foi gravado corretamente)

Nota: pode ser que o software exiba um alerta de erro em uma janela mas, em princípio, ele vai fazer a conversão.

Foto: © Super.
Artigo original publicado por Carlos-vialfa. Tradução feita por pintuda. Última modificação: 19 de fevereiro de 2018 às 11:03 por ninha25.
Este documento, intitulado 'Tutorial do software Super', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (https://br.ccm.net/) ao utilizar este artigo.
VLC: aumentar o volume em 400%
Um wallpaper personalizado no Portdesk [suite em pen drive]