Comentar

UE quer lei mais rígida para Facebook e outros

MarinaShimamoto - 23 de março de 2018 - 15:47
UE quer lei mais rígida para Facebook e outros
União Europeia planeja criar leis mais rígidas para serviços como Facebook e Gmail.

(CCM) — Após o escândalo do vazamento de dados que envolveu o Facebook e as eleições presidenciais dos Estados Unidos nos últimos dias, a União Europeia decidiu impor leis mais duras às redes de mídia social e provedores de email.


Com isso, empresas como Facebook e Google terão que se preparar para o que vem por aí, pois segundo uma proposta preliminar da UE, as autoridades poderão aplicar multas de pelo menos 4% sobre o faturamento das companhias, visto que atualmente são aplicadas apenas multas consideradas pequenas.

Além disso, algumas das autoridades poderão punir mais severamente as empresas por violar o direito do consumidor, algo que também não pode ser feito nos dias de hoje.

A ideia será criar regras muito mais rígidas do que as existentes na indústria de tecnologia e estender a aplicação do direito do consumidor a essas plataformas. Ou seja, será possível utilizar das sanções em serviços digitais gratuitos - serviços de armazenamento em nuvem, redes sociais e contas de email -, que normalmente solicitam aos consumidores dados pessoais.

A UE afirmou que devido à importância e ao valor econômico dos dados pessoais, esses serviços prestados não são considerados simplesmente gratuitos.

Foto: © GongTo - Shutterstock.com
Adicionar comentário

Comentários

Comentar a resposta do usuário anônimo