IR vira fonte para golpes na web

MarinaShimamoto - 13 de junho de 2018 - 15:23

IR vira fonte para golpes na web

Restituição do Imposto de Renda vira isca para cibercriminosos aplicarem golpes nos internautas.

(CCM) — Com o início do período de restituição de Imposto de Renda, os cibercriminosos aproveitam para aplicar golpes nos internautas e, segundo a Kaspersky Lab, os contribuintes precisam ficar atentos, pois os hackers já começaram a disseminar seus ataques, tentando roubar dados dos brasileiros.



Para quem não sabe, a partir do próximo dia 15 começa a fase de restituição do IR. Com isso, os criminosos estão usando e-mails falsos, indicando que são da Receita Federal e enviando informações aos usuários sobre números de protocolos de entrega, além de outras armadilhas.

A empresa de segurança cibernética afirma que os hackers encaminham mensagens indicando possíveis erros na declaração do Imposto de Renda, links de download do programa, entrega de recibos ou notificações de débitos, entre outros assuntos que não existem.

O objetivo, obviamente, é fazer com que o internauta baixe e execute um programa que contenha vírus, a fim de que o sistema instale um trojan no computador da pessoa.

Embora a Receita afirme que não envia e-mails aos contribuintes informando sobre erros na declaração do IR, muitos acabam caindo nesses golpes acreditando que os e-mails são realmente verdadeiros.

A recomendação da Kaspersky é de que o usuário sempre confira o site oficial da instituição em questão, com o intuito de confirmar as informações contidas no texto, além de nunca clicar em links ou baixar arquivos enviados por desconhecidos.

Além disso, a empresa indica que os internautas também não devem compartilhar dados confidenciais, tais como logins, senhas e informações de cartões bancários, por exemplo. Isso porque, raramente alguma companhia séria pede esse tipo de informações via e-mail.

Foto: © iStock.
Adicionar comentário

Comentários

Comentar a resposta do usuário anônimo