Comentar

Faturamento da App Store cresce 26%

Faturamento da App Store cresce 26%
Receita global da loja da Apple foi de US$ 22,6 bilhões no primeiro semestre de 2018; o dobro da Play Store.

(CCM) — Um estudo realizado pelo Sensor Tower mostra que a Apple teve um incremento de 26,8% na venda de aplicativos da App Store, somando um total de 22,6 bilhões de dólares (R$ 87,3 bilhões) em todo o mundo no primeiro semestre deste ano. No mesmo período do ano passado a loja de app faturou 17,8 bilhões de dólares (R$ 68,8 bilhões).

A principal concorrente da Maçã, a Play Store do Google, registrou um crescimento de 29,7%, somando 11,8 bilhões de dólares (R$ 45,6 bilhões), quando comparado aos 9,1 bilhões de dólares (R$ 35,1 bilhões) do ano anterior. Os softwares mais baixados foram os da Netflix, Tinder e Tencent Video.

Já quando a comparação se dá no número de downloads de aplicativos, o cenário se inverte. Do total de 51 bilhões realizados no primeiro semestre deste ano – o que significa um aumento de 11,3% em relação a 2017 –, a Apple é responsável por 15 bilhões, enquanto que a loja do Google ficou com uma fatia de 36 bilhões, um crescimento de 10,6% em relação ao volume do ano passado nesse período. A diferença ficou dividida entre outras lojas existentes como Amazon Appstore e Samsung Store.

Os aplicativos mais baixados foram, em primeiro lugar, o WhatsApp, seguido do Facebook Messenger, Facebook e Instagram.

O setor mobile de games também registrou crescimento. Ainda de acordo com o estudo do Sensor Tower a alta foi de 19,1% em relação ao primeiro semestre do ano passado, com total de 26,6 bilhões de dólares (R$ 102,8 bilhões) de vendas em ambas as maiores plataformas. A App Store ficou com 16,3 bilhões de dólares (R$ 63 bilhões), enquanto a Play Store, 10,3 bilhões de dólares (R$ 39,8 bilhões).

Os três títulos mais baixados foram Honor of Kings, da Tencent; Monster Strike, da Mixi; e Fate/Grand Order, da Sony Aniplex.

Foto: © Bloomua - Shutterstock.com