Comentar

Brasil tem 127 milhões de usuários no Facebook

Brasil tem 127 milhões de usuários no Facebook
Números foram revelados pela companhia; país forma uma das cinco maiores bases de participantes da rede social.

(CCM) — Segundo dados revelados pelo Facebook, o Brasil registrou um total de 127 milhões de usuários ativos por mês no primeiro trimestre de 2018. Ainda conforme informações da companhia, cerca de 90% desse total acessam a plataforma por meio de dispositivos móveis, sendo a maioria formada por smartphone. A última vez que a rede social divulgou dados de usuário no país foi em novembro de 2016, quando o total de participantes da plataforma era de 111 milhões.

É importante notar que o total de usuários da rede divulgado pela companhia ultrapassa o de brasileiros ativos de internet no país. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que o Brasil possui atualmente cerca de 116 milhões de usuários ativos na internet, o que corresponde a 65% da população com 10 anos ou mais. Desse total, 95% se conecta à web pelo celular - um número muito próximo ao da rede social - e apenas 65% usam o computador.

No mundo, o Facebook tem atualmente 2,2 bilhões de usuários mensais e o Brasil forma uma das cinco maiores bases de participantes da rede social. Ainda sobre Facebook, em entrevista, Mark Zuckerberg afirmou que a rede social não vai remover as chamadas 'fake news'. A postura da empresa nestes casos será de informar sobre a falsidade da informação e limitar o alcance, sem, no entanto, exclui-la. A exceção fica para conteúdos falsos que possam gerar atos de violência.

A atitude da companhia surge logo após aos acontecimentos violentos que ocorreram na Índia com base em boatos infundados que circularam no WhatsApp. Para colocar a estratégia em prática, a empresa de Zuckerberg vai trabalhar em parceria com organizações locais externas que possam fazer a análise se alguma publicação pode vir a incitar a violência contra algum grupo ou contra alguma pessoa específica.

Os testes para a remoção de conteúdos enganosos que podem levar a violência já começaram em todo o mundo.

Foto: © Twin Design - Shutterstock.com