Comentar

Google cria sua própria chave de segurança

MarinaShimamoto - 25 de julho de 2018 - 18:24
Google cria sua própria chave de segurança
Titan Key é a nova chave física de segurança criada pelo Google que promete afastar ainda mais ataques de hackers.

(CCM) — O Google está de olho nas campanhas de phishing espalhadas pelo mundo. A empresa vem estudando há tempo diferentes formas de bloquear o uso de logins com digitação de senhas, a fim de evitar que hackers usufruam dessa ferramenta para sequestrar dados sensíveis de vítimas.


Com isso, a gigante de buscas apresentou a sua arma mais poderosa até o momento: a Titan Key, uma espécie de chave física de segurança que possui compatibilidade com o padrão internacional de autenticação FIDO.

O acessório é composto por duas versões, sendo a primeira com uma conexão USB e a segunda desenvolvida para Bluetooth, com um desenho feito especialmente para dispositivos móveis.

Os dois modelos devem ser utilizados nas etapas de verificação como uma chave de segurança que usa criptografia para realizar verificação bidirecional. No entanto, a companhia garante que se trata de um modelo próprio, e não da chave Yubikey - um recurso que também tem o objetivo de proteger o usuário e fazê-lo controlar tudo o que ele tem nas mãos em relação ao mundo cibernético.

Vale lembrar, que para alguém conseguir invadir alguma conta ou perfil protegido pelo Programa Avançado de Proteção do Google, seria necessário que o cibercriminoso também possuísse a Titan Key, já que é preciso tê-la para realizar o acesso, além de o Bluetooth exigir grande proximidade para emparelhá-lo.

O Google informou, que após a adesão às chaves de segurança por mais de seus 85 mil colaboradores, nenhuma reclamação foi registrada sobre casos de phishing.

A novidade já pode ser adquirida pelos clientes da Google Cloud e estará disponível na Google Store (também para clientes) nos próximos meses por um valor entre R$ 80 e R$ 180, dependendo das especificações.

Foto: © Denis-Linine - Shutterstock.com
Adicionar comentário

Comentários

Comentar a resposta do usuário anônimo