Comentar

4G de 700 MHz em todas as capitais do país

MarinaShimamoto - 8 de agosto de 2018 - 12:08
4G de 700 MHz em todas as capitais do país
Anatel antecipou o cronograma de implementação das redes móveis na faixa dos 700 MHz em cerca de um ano.

(CCM) — A partir de agora, as operadoras estão autorizadas a trabalhar em todas as capitais em que atuam na faixa dos 700 MHz, que é, em média, três vezes mais rápida do que as que vinham sendo utilizadas até agora.


Isso é possível após a autorização da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para a utilização dessa faixa do espectro na cidade de Florianópolis. Com isso, a agência antecipou em quase um ano o cronograma de implantação das redes móveis 4G na faixa dos 700 MHz nas capitais brasileiras.

A causa da demora na ampliação da cobertura do 4G de 700 MHz foi a TV analógica, uma vez que o sistema de transmissão ocupava exatamente essa faixa, sendo necessário primeiro desabilitar a TV analógica para implementar o 4G. Mesmo com essa liberação em todo o país acontecendo só agora, a maioria das capitais e outras grandes cidades já tinham pelo menos uma operadora trabalhando nessa faixa de frequência mais larga.

Comparado às outras duas bandas usadas no Brasil para o 4G (1.800 e 2.600 MHz), a nova faixa é mais rápida por permitir um maior tráfego de dados. Ela também tem um alcance mais abrangente em questão territorial, não requerendo tanto investimento das operadoras para disseminar o sinal 4G.

Além disso, as ondas são mais capazes de penetrar paredes, o que significa que, ao menos em teoria, o celular terá uma recepção melhor do 4G em casa ou no escritório. O 4G de 700 MHz também está se espalhando aos poucos pelo interior do país. A mitigação preventiva já foi autorizada em 3.858 cidades, e já terminou em 1.854 delas, que já estão habilitadas a utilizar a faixa do 4G, atingindo 60% da população brasileira.

Foto: © iStock.
Adicionar comentário

Comentários

Comentar a resposta do usuário anônimo