Comentar

Bradesco e Banco do Brasil chegam ao Apple Pay

Bradesco e Banco do Brasil chegam ao Apple Pay
Usuários de dispositivos da Apple com cartão de crédito das instituições já podem utilizar o serviço de pagamento.

(CCM) — Após muitos rumores, os cartões de crédito do Banco do Brasil e do Bradesco foram adicionados ao serviço do Apple Pay. A chegada das instituições marca o fim da exclusividade que o serviço da Apple mantinha com o banco Itaú no país. Por enquanto, apenas os cartões de crédito com bandeira Visa podem ser utilizados para o pagamento digital em lojas físicas por meio do iPhone e do Apple Watch e online pelo Mac.

A operação acontece como em todo o mundo. Para começar a utilizar o sistema é preciso abrir o aplicativo Wallet, no iOS, e cadastrar o cartão de crédito a ser utilizado. Ele será escaneado pela câmera digital para obter os números e, na sequência, o cadastro deverá ser autorizado pela instituição bancária, por meio do internet banking, aplicativo ou central de atendimento. A partir da autorização da instituição, é só começar a usar o serviço.

Praticamente todo terminal de cartão de crédito que aceitar pagamentos por proximidade está apto a trabalhar com o Apple Pay, uma vez que o sistema funciona por meio do NFC, ou seja, comunicação e transferência de dados sem a necessidade de conexão direta entre dispositivos. Além disso, pela internet, serviços de delivery e lojas virtuais fazem parte dos serviços compatíveis com o recurso.

O Apple Pay foi lançado nos Estados Unidos em outubro de 2014 e funciona a partir do iPhone 6 e da primeira geração do Apple Watch, estando disponível também no iPad e Mac para pagamentos online. Sem dados oficiais da Apple, analistas dizem acreditar que mais de 250 milhões de usuários dos dispositivos da marca utilizam o serviço e mais de 1 bilhão de pagamentos já foram realizados do lançamento até o final do primeiro semestre de 2018.

Foto: © Denys Prykhodov - Shutterstock.com