Comentar

Google testa forma de entrar na China

Ana Paula Cardoso - 16 de outubro de 2018 - 11:51
Google testa forma de entrar na China
Empresa americana assume que está procurando se adaptar às restrições do gigante asiático.

(CCM) — A Google não quer mais ficar de fora do país que acena com uma demanda de mais de 1 bilhão de usuários em potencial. Segundo notícia veiculada pela 'BBC' nesta terça-feira (16/10), o executivo-chefe do Google, Sundar Pinchai, disse que uma versão separada e, censurada na China, do maior site de busca do mundo está senso desenvolvida para se adaptar ao mercado chinês.


Segundo o executivo, a Google fez vários testes internos simulando a censura que há no gigante asiático e os resultados foram bem-sucedidos. Foi também a primeira vez que o Google confirmou oficialmente que está trabalhando para adequar o site de busca às normas impostas na China.

Entre outras restrições, a adaptação fará o bloqueio de resultados sobre críticas ao governo chinês. Algumas instituições de defesa aos direitos humanos já criticam esta decisão da empresa de tecnologia. A Google, no entanto, diz que fornecer algumas informações é melhor do que fornecer nenhuma.

Foto © Nito - Shutterstock.com
Adicionar comentário

Comentários

Comentar a resposta do usuário anônimo