Comentar

Celulares adiantam relógios antes do tempo

Ana Paula Cardoso - 22 de outubro de 2018 - 06:55
Celulares adiantam relógios antes do tempo
Governo adiou o início do horário de verão para depois das eleições, mas operadoras tiveram falhas no sistema.

(CCM) — Pessoas acordando uma hora mais cedo no domingo ou perdidas para saber que horas são exatamente. Este foi o cenário dos dois últimos domingos nas principais cidades brasileiras. No dia 14/10 os clientes da operadora TIM levantaram vendo uma hora no aparelho celular e outra nos relógios analógicos de casa. Ontem (21/10), foi a vez da Vivo, Oi e Claro juntarem-se à concorrente e confundir seus usuários.


Segundo o pronunciamento das operadoras, houve uma falha na programação do sistema. Como todo ano o Brasil adianta os relógios no final de outubro, as empresas de telefonia já dispunham de uma programação automática. Acontece que este ano o Governo Federal acatou um pedido do Superior Tribunal Eleitoral (TSE) para que o horário de verão só começasse após o segundo turno das eleições.

Ao mexerem na programação padrão, as empresas de telefonia não conseguiram acertar os ponteiros. E causaram transtorno a seus clientes. Quem sofreu com o erro das operadoras logo correu para as redes sociais em protesto por confundirem a hora certa ou por acordarem mais cedo à toa.

Segundo nota da Anatel, o problema não é objeto de regulamentação e deve ser tratado diretamente com a operadora. Caso o usuário tenha como provar que foi prejudicado em termos materiais, ele poderá procurar os órgãos de defesa do consumidor para tentar indenização.

E para não ficar mais nenhuma dúvida: o horário de verão começa dia 4 de novembro, quando os relógios devem ser adiantados em uma hora na maior parte dos estados brasileiros. E para quem ficou perdido na hora ou já não confia mais nas operadoras, para saber a hora certa basta clicar neste link oficial do horário de Brasília.

Foto: © Minerva Studio - Shutterstock.com
Adicionar comentário

Comentários

Comentar a resposta do usuário anônimo