Comentar

Apple admite falha em "tela fantasma" do iPhone X

Ana Paula Cardoso - 19 de novembro de 2018 - 07:02
Apple admite falha em
Após inúmeras reclamações de usuários, empresa reconhece defeito que leva ícones a moverem-se sozinhos.

(CCM) — Com o preço médio de US$ 999, o primeiro lançamento da última geração de smartphones da Apple decepcionou uma série de consumidores. Algumas unidades do iPhone X - que, aliás, parou de ser comercializado após lançamento do iPhone Xs - apresentaram um problema muito estranho: algum ícones se mexiam ou abriam sozinhos, sem que o usuário os tivesse comandado. O defeito logo foi apelidado pelos consumidores como "toque fantasma" ou "tela fantasma". Mas não se tratava de uma assombração: na última sexta-feira (16/11), o império de tecnologia fundado por Steve Jobs assumiu um erro técnico como origem do problema.


"A Apple determinou que algumas telas do iPhone X podem sofrer problemas de toque devido a um componente que pode falhar no módulo da tela", informou a empresa em um comunicado publicado em seu site. E agora quem foi vítima do problema vai poder trocar o aparelho nos próximos três anos. Para quem já pediu o conserto, a empresa assumiu o compromisso de reembolsar os consumidores.

Muita gente se pergunta como uma empresa coloca no mercado um produto tão caro, sem que ele passe antes por um crivo rigoroso de controle de qualidade. A resposta é simples: trata-se de uma estratégia muito comum no setor de tecnologia. Na disputa com a concorrência, as empresas preferem lançar o quanto antes suas inovações, pois custa mais caro perder fatia de mercado do que fazer recall ou consertos de smartphones. Falta só saber se os consumidores que enfrentam esses defeitos bem chatinhos concordam com isso.

Foto: © Apple

Veja também

Adicionar comentário

Comentários

Comentar a resposta do usuário anônimo