Comentar

População de Cuba terá acesso a 3G

Ana Paula Cardoso - 6 de dezembro de 2018 - 10:17
População de Cuba terá acesso a 3G
Até cinco anos atrás, serviço era limitado a hotéis, alguns profissionais, jornalistas e empresas.

(CCM) — A partir desta quinta-feira (6), o acesso à internet por rede de telefonia móvel 3G passará a ser oferecido aos cubanos. A novidade representa um passo importante na inclusão tecnológica do país, que viveu muitos anos em regime fechado.


Segundo notícia publicada pela rede inglesa 'BBC', o provedor de telecomunicações Etecsa afirmou que os cidadãos poderão começar a assinar o serviço já nesta quinta. Os habitantes da ilha, até então, precisavam se deslocar até cibercafés ou pontos de acesso a redes Wi-Fi para poderem usar a internet móvel.

O serviço de rede 3G já existia, mas era restrito a jornalistas de empresas estatais ou estrangeiras e a alguns outros profissionais, que precisavam de autorização para conseguir o acesso.

Resta saber até que ponto a liberação do 3G vai levar os cubanos a tornarem-se consumidores de fato. Conforme destacou a matéria publicada pela 'BBC', a restrição agora pode esbarrar na questão econômica, pois muitos cubanos provavelmente não conseguirão arcar com os novos contratos de telefonia móvel.

O custo de pacote mensal mais econômico de acesso ao 3G, que será oferecido pela empresa de telecomunicações Etecsa, será o equivalente a 5,50 dólares (R$ 21,40). Parece barato, mas vale lembrar que o salário médio atual em Cuba corresponde a US$ 30 (R$ 117).

Foto: © Garagestook - Shutterstock.com
Adicionar comentário

Comentários

Comentar a resposta do usuário anônimo