Comentar

Taylor Swift usa tecnologia contra stalker em show

Taylor Swift usa tecnologia contra stalker em show
Programa de reconhecimento facial foi instalado em apresentação da popstar, para achar fãs que a perseguem.

(CCM) — O sistema de segurança do estádio Rose Bowl, na Califórnia, foi utilizado para tentar encontrar stalkers da cantora americana Taylor Swift, durante show da popstar realizado em maio.

Foi o que revelou Mike Downing, diretor da empresa de segurança Oak View Group, à revista 'Rolling Stone'. Segundo Downing, durante o show de Taylor foi utilizado um sofisticado programa de reconhecimento facial que registrava o rosto de quem olhava para a câmera de segurança. A imagem, em seguida, passava imediatamente a um centro de processamento de dados para que fosse avaliada.

A partir daí, o software fazia uma comparação com a imagem de alguns fãs que passam dos limites a ponto de perseguirem a cantora. Apesar de polêmica, a medida é considerada legal. Segundo as leis americanas, um evento privado pode ser monitorado por imagens. E um show pago é considerado um evento privado nos EUA.

A cantora já enfrentou uma série de problemas em relação a stalkers. Segundo informou o jornal 'Huffington Post', no início deste mês um homem chamado Roger Alvarado confessou ter tentado roubar a residência de Taylor Swift. Ele chegou a invadir a casa da artista em Nova York, onde ousou tomar banho e tirar uma soneca, em abril de 2018.

Foto: © Leonid Eremeychuk - Shutterstock.com