Comentar

Americano afirma que iPhone pegou fogo sozinho

Ana Paula Cardoso - 31 de dezembro de 2018 - 10:21
Americano afirma que iPhone pegou fogo sozinho
Americano diz que seu smartphone da Apple modelo XS Max incendiou-se sozinho em seu bolso.

(CCM) — Um homem de Columbus, Estados Unidos, afirma que seu iPhone XS Max, com menos de um mês de uso, teria pegado fogo e explodido no bolso da sua calça no dia 12 de dezembro.

A notícia inusitada foi publicada pelo site 'iDropNews' no domingo (30). O homem, que se chama Josh Hillard, diz que inicialmente notou um cheiro estranho vindo do bolso traseiro da calça, antes de sentir que uma "grande quantidade de calor", parecia queimar sua perna.

Segundo o 'iDropNews', Josh disse que precisou tirar suas calças, pois ficou assustado com a quantidade de fumaça que saía de seu bolso. Segundo as informações relatadas pela mídia especializada em tecnologia, o americano já teria entrado em contato com a Apple, mas ficou insatisfeito com o serviço, pois não foi oferecido um novo produto para a suposta vítima antes de as causas do incêndio serem averiguadas.

De acordo com especialistas, a causa mais provável de explosão ou incêndio de um aparelho eletrônico - seja smartphone ou outro qualquer - é um superaquecimento na bateria. Em um iPhone, em geral, a peça é programada para suportar temperaturas até 135º C e o usuário ainda recebe um aviso quando a temperatura sobe, solicitando que o aparelho seja desligado rapidamente.

Mas quando o aparelho não é submetido ao calor externo, a causa mais provável de um incêndio em smartphone é mesmo um defeito de fabricação. Mais precisamente, uma falha no componente de segurança que separa os pólos negativo e positivo da bateria, causando curto-circuito, que pode tanto ser de pequena proporção ou levar a explosão e incêndio do aparelho.

Foto: © Apple
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo