Comentar

Facebook faz 15 anos entre polêmicas

Ana Paula Cardoso - 4 de fevereiro de 2019 - 09:38
Facebook faz 15 anos entre polêmicas
Em 2004, nascia, na Universidade de Harvard, a rede social que se transformou em uma das maiores empresas do mundo.

(CCM) — Em 4 de fevereiro de 2004, Mark Zuckerberg e alguns colegas da conceituada Universidade de Harvard lançavam uma rede social que recebeu o nome de 'The Facebook'.

De uma ideia para compartilhar perfis, gostos e preferências entre estudantes, em 15 anos, o Facebook passou a ser o site mais acessado do planeta e fatura atualmente cerca de US$ 60 bilhões por ano.

Para falar da efeméride, vale lembrar que a ideia nasceu de forma coletiva. Junto com mais quatro colegas de faculdade, dentre os quais o brasileiro Eduardo Saverin, Zuckerberg colocou no ar a página da rede social. Logo metade dos universitários de Harvard já tinham uma conta no embrionário Facebook.

Acusado de roubar a ideia de um colega, Zuckerberg continuou como o principal nome associado à criação daquele que se tornaria o maior fenômeno de popularidade de uma empresa de tecnologia. Sem produzir absolutamente nenhum produto ou serviço, apenas administrando informações fornecidas espontaneamente por seus usuários, em 2008 o Facebook já içava seu fundador ao topo da lista dos empresários mais ricos do mundo, divulgada pela revista 'Forbes'.

Mas a festa de 15 anos não traz somente motivos para comemorar. O Facebook enfrenta hoje uma crise de credibilidade, acusado de uso indevido e vazamento de dados pessoais de seus outrora fiéis usuários. As consequências destes escândalos já começam a dar sinal de vida.

No gosto dos usuários de smartphones, por exemplo, o Facebook já perdeu o primeiro lugar para o aplicativo do WhatsApp, que hoje também pertence ao grupo de Zuckerberg. Agora resta saber se a força dos seus mais de 2 bilhões de usuários será capaz de sustentar o Facebook nos próximos de 15 anos.

Foto: © Rvlsoft - Shutterstock.com

Veja também

Adicionar comentário

Comentários

Comentar a resposta do Nointeressa