Comentar

Software cria voz para o cérebro

Ana Paula Cardoso - 26 de abril de 2019 - 09:08
Software cria voz para o cérebro
Tecnologia pode ajudar quem teve lesão motora que as incapacita de falar, mas não perdeu sua capacidade cognitiva.

(CCM) — Um colegiado de cientistas americanos anunciou na última quarta-feira (24) terem criado um sistema de códigos capaz de dar voz ao cérebro.

Grosso modo, a ferramenta, baseada em inteligência artificial, consiste em ler os estímulos cerebrais responsáveis pela fala, sem precisar passar pelo sistema motor humano.

A notícia, publicada no jornal 'New York Times', ressalta que os neurocientistas e desenvolvedores de IT, alocados em diversas clínicas e universidades de referência - entre as quais a Universidade da Califórnia - criaram um sistema que decodifica as intenções vocais, através de aparelho acoplado diretamente ao cérebro.

Este software traduziria em fala mais compreensível, sem necessidade de mover um músculo, as palavras que normalmente sairiam pela boca. Sistemas de comunicação anteriores implantados no cérebro tinham conseguido reproduzir somente cerca de oito palavras por minuto.

Agora, com o novo programa, é possível gerar em torno de 150 palavras por minuto, o equivalente do ritmo do discurso natural humano. O próximo passo da pesquisa é testar o sistema em pessoas que sofreram acidentes vasculares cerebrais e tiveram a fala desabilitada, mas sem alteração da capacidade de raciocínio.

Foto: © Goa Novic - Shutterstock.com
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo