Comentar

Huawei sem Android afeta mais os novos consumidores

Ana Paula Cardoso - 20 de maio de 2019 - 13:54
Huawei sem Android afeta mais os novos consumidores
Medida atingirá novos compradores do telefone chinês à médio prazo.

(CCM) — Recém-estabelecida como a segunda marca de smartphone mais vendida do mundo, a Huawei acaba de de ser excluída pela Google, privando seus usuários de atualizações do sistema operacional Android. Sob pressão da administração do presidente americano Donald Trump, a empresa de referenciamento da internet confirmou sua intenção de remover a licença da Huawei para o seu sistema operacional para smartphones e tablets.

A notícia espalhou-se rapidamente no mundo inteiro. No entanto, segundo o jornal francês Le Parisien, na prática, a decisão irá afetar mais os futuros smartphones Huawei do sistema de atualizações automáticas de segurança a médio prazo. E também irá impedi-los de mudar para o Android 10 Q, o novo sistema operacional do Google.

Os próximos produtos da família Huawei estariam, ainda, privados de downloads de aplicativos na Play Store oficial. Mas o fabricante chinês poderá ter acesso à versão gratuita e colaborativa do Android Open Source Project (AOSP). Seus engenheiros também podem se inspirar para criar seu próprio sistema operacional.

De qualquer maneira, como bem lembrou uma fonte citada pelo 'Le Parisien', um mundo sem o Android do Google é possível. Como na China, onde 80% dos smartphones são ativados enquanto o Google é proibido.


Foto: © Ivan Garcia - Shutterstock.com

Veja também

Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo