Lista seletiva com entrada semiautomática para o Excel

Dezembro 2017

Este é um procedimento que requer muito trabalho e inicialmente não é muito fácil de entender e aplicar. Para tornar esta dica mais fácil, vamos usar as planilhas e as fórmulas nomeadas, já que elas são independentes da estrutura da pasta de trabalho. Para ilustrar, vamos tomar como exemplo a inserção dos departamentos franceses, cantões suíços e províncias canadenses.

A lista será colocada em uma coluna para os nomes usados, mas, é claro, que você poderá adicionar outras colunas para o número do departamento ou outra dado. Você também poderá criar uma linha com o título de identificação dos dados, mas ela não é útil para o uso.

Para identificar o primeiro valor da lista, nós lhe daremos um nome. Para isso, selecionaremos a primeira célula da lista. Depois, na área dos Noms, digitaremos o nome d_noms e validaremos com a tecla Enter:


Para identificar a coluna da lista, nós lhe daremos um nome. Nós selecionaremos a coluna inteira (neste exemplo, clicar no B). Depois, na área dos Noms, digitaremos o nome c_noms e validaremos com a tecla Enter:



A lista deverá ser classificada senão ela não funcionará direito. Assim sendo, ela não pode ser assim:

04 Alpes-de-Haute-Provence
05 Hautes-Alpes
06 Alpes-Maritimes

Mas, assim:

04 Alpes-de-Haute-Provence
05 Alpes-Hautes
06 Alpes-Maritimes

Vamos criar uma determinada fórmula, para delimitar a área informada da lista, que poderá, a seguir, aumentar e evoluir, sem problemas. Nós usaremos o menu Inserir, Nome e Definir. Na janela que se abre, digitaremos o nome da fórmula l_noms na área Noms dans le classeur (Nomes na pasta de trabalho). A fórmula
= DECALER(d_noms, 0, 0; NBVAL(c_noms) -1, 1)
na área Fait référence à: (Se refere à:):


Nós clicaremos em Ajouter (Adicionar) para confirmar a nomeação e em OK para fechar a janela.

Nossa estrutura de lista foi criada, agora poderemos usá-la em qualquer planilha da pasta de trabalho. Nós selecionaremos o grupo de células onde quisermos usar uma coluna, se for o caso. Usaremos o menu Données (Dados) e Validation (Validação) e, na janela da guia, Options (Opções), nós escolheremos Liste (Lista) na área Autoriser (Autorizar). Nós digitaremos = l_noms na área Source (Fonte):


Para facilitar a escolha do usuário, podemos adicionar certas informações, como:

Um título e uma mensagem na guia Message de saisie (Mensagem de digitação);
Um título e uma mensagem na guia Alerte d'erreur (Alerta de erro) com o nível de bloqueio;
Nós clicaremos em OK para confirmar e sair da janela.

Agora, podemos clicar na seta e escolher o nosso título.

Para as províncias e territórios canadenses, assim como os cantões suíços, não haverá problemas. Em compensação, para digitar o Yonne nos departamentos franceses, teremos que criar uma lista consequente.

Quando a lista é longa, é melhor dividi-la em partes, digitando o início do nome desejado. Para isso, vamos retomar o menu de Validation (Validação). Na guia Alerte d’erreur (Alerta de erro), vamos desmarcar Quand les données... (Quando os dados...).

Em Options (Opções), na área Source (Fonte), vamos entrar a fórmula
 = SI(A1 <>""; DECALER(d_noms, EQUIV(A1 &"*"; l_noms; 0) -1;; SOMMEPROD((STXT(l_noms, 1, NBCAR(A1))
, substituindo A1 pela identificação primeira célula selecionada (ou seja, a primeira célula com validação, por lista). Clicaremos em OK para confirmar e sair da janela. Porém, se antes de clicarmos na seta, digitarmos t, apenas os nomes que começam com T aparecerão.

Quando a lista for grande, você pode digitar vários caracteres e apenas os elementos da lista que começam pelo que você digitou, aparecerão. É claro que a lista dos nomes propostos pode ser alterada e você pode ter várias listas na mesma pasta. A utilização da nomenclatura é feita principalmente para facilitar a compreensão de uma técnica, que muitos acham difícil.

Foto: © Microsoft.
Artigo original publicado por gbinforme. Tradução feita por pintuda. Última modificação: 4 de dezembro de 2017 às 08:34 por pintuda.
Este documento, intitulado 'Lista seletiva com entrada semiautomática para o Excel', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.