Como digitalizar suas fitas cassete ou LPs em CD ou disco rígido


Nesta dica, vamos ver como transferir o conteúdo de uma fita cassete ou de um LP para o seu disco rígido, bem como gravar no CD seus velhos discos e fitas. Para isso, vamos apresentar o material e os softwares necessários.

Como digitalizar suas fitas cassete

Material necessário

Um cabo jack com dois lados;
A placa de som do seu computador (da qual, aliás, dependerá a qualidade do som);
Um leitor de cassetes tradicional (Hi-Fi, walkman etc).

Conexões

Conecte o cabo Jack na saída do fone de ouvido do leitor de fitas cassete e na entrada microfone da placa de som (em geral, rosa). Pense em verificar o comprimento necessário do cabo Jack.

Software de edição

É preciso um software de edição de áudio que será utilizado na digitalização da fita. O Audacity é especialmente adaptado para isso. Gratuito e de código aberto, ele não deixa nada a desejar aos softwares comerciais, como SoundForge. Baixe e execute o Audacity.


<bsbold>Observação</bold>: para que o Audacity possa exportar a música no formato MP3, é preciso adicioná-lo à biblioteca LAME. Baixe o LAME.

Copie lame.exe no diretório de instalação do Audacity - por padrão
C:\Program Files\Audacity
- e execute.

Na primeira vez que você iniciar a operação Salvar como mp3, será pedida a busca do arquivo lame_enc.dll que se encontra no diretório de instalação do Audacity.

Digitalização

Abra o Audacity. Na lista, na parte superior direita da janela, escolha Microfone (se já não estiver marcado). Logo ao lado desta lista, acha-se o cursor que define o nível sonoro da gravação (tentar várias vezes, se necessário). Clique no botão com o ponto vermelho (na série de botões, na parte superior da janela). Execute a leitura da fita cassete pelo seu leitor favorito. A gravação pode ser suspensa clicando no botão com o quadrado amarelo.

Gravação em um arquivo

Vá no menu Arquivo. Selecione Exportar em WAV, MP3 ou OGG Vorbis. Se você não sabe o que escolher, tenha uma visão geral dos três:

WAV: conservação intacta. A qualidade do som é perfeita mas os arquivos são pesados. Para gravar um CD, escolha o WAV se não quiser ter problemas com a gravação;
MP3: ideal para a web. Possibilidade de compressão (quanto mais leve o arquivo menor a qualidade). Arquivos relativamente leves;
OGG: como o MP3, mas menos conhecido, tão ou mais eficaz, formato open source.

Observação: a dica considera que a saída Fones de ouvido do seu leitor de cassetes e a entrada Microfone da sua placa de som são do tipo Jack (que é quase sempre o caso). Se não for assim, será preciso obter o cabo certo. A dica pede para você conectar o fio na saída Fone de ouvido do leitor por que é a maneira mais simples e comum. É possível conectá-lo a outra saída se o seu leitor tem uma que pareça mais adequada.

Como digitalizar seus discos (LPs)

A única diferença deste procedimento para o das fitas cassete é que o cabo a ser utilizado deve ser, obviamente, de um lado do tipo Jack (conectado à placa de som) e do outro adequado à vitrola (dependendo do modelo, a saída do som pode ser de vários tipos).

A saída da vitrola na qual o cabo será conectado pode ter vários nomes (fones de ouvido, saída, out etc). De qualquer maneira, este nome se refere ao exterior, à saída.

Pode acontecer que o som final (depois de sair da vitrola e da digitalização pela placa de som) esteja muito baixo ou de má qualidade e, consequentemente, inutilizável. Neste caso, existem três soluções disponíveis (que podem ser combinadas): comprar uma vitrola nova, uma placa de som nova ou um restaurador de LPs

Nos três casos, a melhora da qualidade não é garantida, apesar do preço do material, que pode ser caro (em geral, obtemos resultado correto com uma placa de som padrão).

Isto pode parecer óbvio mas, se por razões diversas, não for possível conectar corretamente o seu toca-discos à placa de som e ele estiver integrado em um aparelho de som, você pode gravar o LP na fita cassete e, em seguida, transferir a fita para o disco rígido, conforme indicado acima (a partir de qualquer leitor de cassetes).

Como digitalizar CD e DVD

Depois de salvar o som em um arquivo, é possível gravá-lo em um CD, contando que você tenha um gravador de CDs no seu computador. Para isto, utilize seu programa de gravação favorito.

Em geral, pelo menos um software de gravação é fornecido com os gravadores. Se não, existem uns gratuitos muito bons, como o Burn At Once.

Foto: © Pixabay.
Artigo original publicado por Carlos-vialfa. Tradução feita por pintuda. Última modificação: 29 de janeiro de 2018 às 16:34 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Como digitalizar suas fitas cassete ou LPs em CD ou disco rígido', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (https://br.ccm.net/) ao utilizar este artigo.
Ipod sem iTunes
Audio - Softwares de Mixagem de Áudio