Álgebra Booleana

Dezembro 2016


A que chamamos álgebra booleana?


Um processador é composto de transistores que realizam funções sob sinais digitais. Esses transistores, montados entre eles, formam os componentes que realizam funções muito simples. A partir desses elementos, é possível criar circuitos realizando operações bem complexas. A álgebra booleana (do nome do matemático inglês George Boole 1815 - 1864) é um meio para criartais circuitos.

A álgebra booleana é uma álgebra que traduz os sinais em expressões matemáticas. Para isso, é preciso definir cada sinal elementar por variáveis lógicas e seu processamento por funções lógicas. Certos métodos (tabela da verdade) permitem definir operações que queremos realizar e, traduzir o resultado em uma expressão algébrica. Graças a regras chamadas "leis de composição", estas expressões podem ser simplificadas. Isso permitirá de representar, graças a símbolos, um circuito lógico, ou seja, um circuito que esquematiza o arranjo dos componentes básicos (nível lógico), sem considerar a realização através dos transistores (nível físico).

Variável lógica


Um computador só manipula dados binários, assim, chamamos variável lógica um dado binário, ou seja, um dado com dois status possíveis: 0 ou 1.

Função lógica


Chamamos « função lógica » uma entidade que aceita diversos valores lógicos na entrada cuja saída (pode ter várias) pode ter dois status possíveis: 0 ou 1.

Na realidade, estas funções são exercidas por componentes eletrônicos admitindo sinais elétricos na entrada e restituindo um sinal de saída. Os sinais eletrônicos podem ter um valor de cerca de 5 volts (essa é a ordem geral de grandeza) que é representado por 1 ou 0 V, que é representado por um 0.

As portas lógicas


As funções lógicas básicas são chamadas de portas lógicas . Trata-se de funções com uma ou duas entradas e uma saída:

  • A função OU (em inglês OR) coloca sua saída em 1, caso uma ou outra de suas entradas estiver em 1
  • A função E (em inglês AND) coloca sua saída em 1, caso suas duas entradas estiverem em 1
  • A função OU EXCLUSIVO (em inglês XOR) coloca sua saída em 1, caso uma ou outra de suas entradas estiver em 1 mas, não ambas, simultâneamente
  • A função NÃO (também chamada de inversor) coloca sua saída em 1, caso sua entrada esteja em 0 e, vice-versa



Em geral, definimos as funções NÃO OU (comumente chamada NOR ) e NÃO E ( NAND ) como sendo a composição respectiva de um NÃO com um OU e um E.

Cronograma


Um cronograma é um diagrama que mostra a evolução das entradas e saídas em função do tempo.
Veja, por exemplo, um exemplo de um cronograma do operador E :




Este cronograma é um cronograma ideal; na realidade, os sinais elétricos não passam imediatamente de 0 a 1, os declives (aqui verticais) são oblíquos e o processamento das entradas causa um atraso nas saídas:


Expressão algébrica


O propósito da álgebra booleana é descrever o processamento de sinais, em forma de expressão algébrica. Como vimos, os sinais são representados por nomes de variáveis. As funçãos lógicas são representadas por operadores:

  • a função OU é representada por um mais:

  • a função E é representada por um ponto:

  • a função NÃO é representada por uma barra em cima da variável inversa:



Às vezes, ela é representada por uma / diante da variável inversa
  • a função OU EXCLUSIVO é representada por um mais cercado:




Uma expressão algébrica será, então, uma expressão do tipo:


Tabela da verdade


Uma tabela da verdade é uma tabela que descreve todas as possibilidades de saídas em função das entradas. Assim, colocamos as variáveis de entrada nas colunas da esquerda fazendo-as variar de modo a cobrir todas as possibilidades. A coluna (ou as colunas se a função tiver múltiplas saídas) da direita descreve a saída.

Veja, por exemplo, as tabelas da verdade das portas lógicas:


Nome da porta EntradaSaída
A B S
OU000
01 1
10 1
11 1 E000
01 0
10 0
11 1 NÃO OU001
01 0
10 0
11 0 NÃO E00 1
01 1
10 1
11 0 NÃO 0 1
1 0



À partir da tabela da verdade de uma função, é possível escrever a expressão algébrica da mesma.
Ou seja, a seguinte tabela da verdade:


EntradaSortie
A B S
000
01 0
10 1
11 0



A saída vale 1 quando A vale 1 e B vale 0, a expressão algébrica desta função, então, é:




Consideremos agora a seguinte tabela da verdade:


EntradaSaída
ABC S
0000
001 0
010 1
011 0
1000
101 0
110 1
111 0



A saída vale 1 quando

  • A vale 0
  • B vale 1
  • C vale 0

ou
  • A vale 1
  • B vale 1
  • C vale 0

Assim, a expressão algébrica desta função é :




Veja também

Publicado por pintuda. Última modificação: 23 de fevereiro de 2010 às 18:37 por pintuda.
Este documento, intitulado 'Álgebra Booleana', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.