192.168.0.1 / 192.168.1.1

Setembro 2017

192.168.0.0 são redes privadas (não roteadores) utilizadas para as redes pessoais ou internas de pequenas empresas. As redes do tipo 192.168.0.0 podem ter até 254 máquinas em rede local (192.168.0.1 a 192.168.0.254). Por padrão, a porta da rede (geralmente um roteador), ou seja, a máquina conectada à Internet que dá acesso à rede para hosts, tem 192.168.0.1 como endereço padrão. Em seguida, atribui às máquinas da rede os endereços 192.168.0.2 a 192.168.0.254.


O que significa 192.168.0.1

O número 192.168.0.1 é o endereço padrão do Protocolo da Internet (ou endereço IP) para todos os tipos de modelos TP-link, D-Link e Netgear. Esse endereço de rede IPv4 privado pode ser alterado a qualquer momento usando o console de gerenciamento do roteador de rede.

Qual a diferença entre 192.168.0.1 e 192.168.1.1

Normalmente, os roteadores dos ISP criam uma rede do tipo 192.168.0.0, com 192.168.0.1 como IP para o roteador. Consequentemente, se quiser pôr um roteador específico atrás de uma box, você terá duas possibilidades: modificar o seu endereço IP se, por padrão, este endereço for o 192.168.0.1 ou manter a configuração atual se, por exemplo, o IP do roteador for 192.168.1.1. Contudo, para utilizar um roteador atrás do roteador do seu FAI, não precisa ativar o modo roteador.

O que são 192.168.0.1 e 192.168.1.1

Acabamos de ver que os roteadores usam o endereço 192.168.0.1 (ou 192.168.1.1). Estes roteadores são quase sistematicamente configurados por uma interface web acessível ao endereço http://192.168.0.1 ou http://192.168.1.1. Na primeira conexão com o roteador, é necessário conectar-se com ele através de um cabo RJ-45 diretamente entre o computador e a primeira porta RJ-45 do roteador, para configurá-lo. Em seguida, a interface web solicita um login e uma senha cujos valores, por padrão, estão especificados na documentação do fabricante.

Não consigo me conectar com o 192.168.1.1

Na maior parte do tempo, o interesse de conectar um roteador específico por trás do roteador ADSL do ISP consiste em aproveitar as novas funcionalidades, como a possibilidade de criar uma rede Wi-Fi mais eficiente do que a do provedor, com inovações mais recentes em termos de segurança (WPA2, 802.11x, RADIUS, etc.) ou desempenho (802.11G, MIMO, etc.). Assim, se for um roteador sem fio, ele será configurado, por padrão, com o Wi-Fi desativado, o que significa que para a primeira configuração será necessário um computador ligado diretamente ao roteador, através de um cabo RJ-45, conectado na primeira porta RJ 45 do roteador.

No dia em que houver um problema com o Wi-Fi, será totalmente inútil tentar se conectar ao 192.168.0.1 ou 192.168.1.1 no Wi-Fi. Será preciso voltar ao velho cabo RJ-45 na primeira porta do roteador Wi-Fi para poder se conectar à interface web do roteador. Além disso, se o roteador também não aceitar mais a conexão com o cabo RJ-45, basta reinicializar o roteador ou fazer um hard RESET nele. A maioria desses roteadores tem um furinho em suas conexões, no qual basta inserir um clipe, para que ele se reinicialize.

Foto: © Signs And Symbols - Shutterstock.com

Veja também

Artigo original publicado por jak58. Tradução feita por pintuda. Última modificação: 30 de maio de 2017 às 14:44 por Pedro.Saude.
Este documento, intitulado '192.168.0.1 / 192.168.1.1', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.