Afixar um Tux no lançamento do terminal

Janeiro 2017





Pré-requisito


A partir de seu gerenciador de softwares, instale os seguintes programas bem como suas dependências :
- cowsay

- figlet

Aplicação

Cowsay


Cowsay é um software geek que quando é invocado, afixa uma vaca que fala aquilo que você lhe pediu.

Para maiores informações, leia a página de cowsay.

initials@alexis:~$ cowsay Hello!  
 ________  
< Hello! >  
 --------  
        \   ^__^  
         \  (oo)\_______  
            (__)\       )\/\  
                ||----w |  
                ||     ||


Via a opção -f de Cowsay, você pode afixar diferentes animais.
 initials @alexis:~$ cowsay -f   
apt                elephant           meow               supermilker  
beavis.zen         elephant-in-snake  milk               surgery  
bong               eyes               moofasa            suse  
bud-frogs          flaming-sheep      moose              telebears  
bunny              ghostbusters       mutilated          three-eyes  
calvin             gnu                ren                turkey  
cheese             head-in            satanic            turtle  
cock               hellokitty         sheep              tux  
cower              kiss               skeleton           udder  
daemon             kitty              small              vader  
default            koala              sodomized          vader-koala  
dragon             kosh               sodomized-sheep    www  
dragon-and-cow     luke-koala         stegosaurus          
duck               mech-and-cow       stimpy             


Ao escolher, por exemplo, "koala" na lista das possibilidades, você obtém o seguinte resultado:

initials@alexis:~$ cowsay -f koala Hello!  
 ________  
< Hello! >  
 --------  
  \  
   \  
       ___    
     {~._.~}  
      ( Y )  
     ()~*~()     
     (_)-(_)   


Todas estas opções encontram-se na /usr/share/cowsay/cows/.

Figlet


Figlet quanto à ele, é um software que afixa letras largas, depois de ter introduzido um texto.
Para maiores informações, leia a página de man de figlet.

 initials @alexis:~$ figlet Hello!  
 _   _      _ _       _   
| | | | ___| | | ___ | |  
| |_| |/ _ \ | |/ _ \| |  
|  _  |  __/ | | (_) |_|  
|_| |_|\___|_|_|\___/(_)

Combinação dos dois softwares


Você pode combinar a utilização destes dois softwares em uma só linha, da seguinte maneira :

 initials @alexis:~$ cowsay -f tux Hello! && figlet The world  
 ________  
< Hello! >  
 --------  
   \  
    \  
        .--.  
       |o_o |  
       |:_/ |  
      //   \ \  
     (|     | )  
    /'\_   _/'\  
    \___)=(___/  

 _____ _                               _     _   
|_   _| |__   ___  __      _____  _ __| | __| |  
  | | | '_ \ / _ \ \ \ /\ / / _ \| '__| |/ _' |  
  | | | | | |  __/  \ V  V / (_) | |  | | (_| |  
  |_| |_| |_|\___|   \_/\_/ \___/|_|  |_|\__,_|  


Mas isto não é tudo, estes softwares podem afixar também o resultado de um comando.

 initials @alexis:~$ cowsay -f tux $(whoami)  
 __________  
< initials >  
 ----------  
   \  
    \  
        .--.  
       |o_o |  
       |:_/ |  
      //   \ \  
     (|     | )  
    /'\_   _/'\  
    \___)=(___/


Você pode, desta maneira, obter este tipo de resultado :

 initials @alexis:~$ cowsay -f tux $(uname -r) && figlet $(whoami)  
 ________  
< 2.6.37 >  
 --------  
   \  
    \  
        .--.  
       |o_o |  
       |:_/ |  
      //   \ \  
     (|     | )  
    /'\_   _/'\  
    \___)=(___/  

 _       _ _   _       _       
(_)_ __ (_) |_(_) __ _| |___   
| | '_ \| | __| |/ _' | / __|  
| | | | | | |_| | (_| | \__ \  
|_|_| |_|_|\__|_|\__,_|_|___/

Lançar Cowsay e Figlet no lançamento do terminal


Basta para tanto editar o arquivo texto bruto .bashrc (item X: Arquivos de configuração) que se encontra no seu diretório pessoal.

Adicione ali, bem no final, seu comando personalizado de cowsay combinado com figlet, por exemplo :

clear && cowsay -f tux $(uname -r) && figlet $(cat /etc/debian_version)


Registre e feche.

No próximo lançamento de seu terminal você obterá algo parecido com isto
< 2.6.37 >  
 --------  
   \  
    \  
        .--.  
       |o_o |  
       |:_/ |  
      //   \ \  
     (|     | )  
    /'\_   _/'\  
    \___)=(___/  

                                      __   _     _   
 ___  __ _ _   _  ___  ___ _______   / /__(_) __| |  
/ __|/ _' | | | |/ _ \/ _ \_  / _ \ / / __| |/ _' |  
\__ \ (_| | |_| |  __/  __// /  __// /\__ \ | (_| |  
|___/\__, |\__,_|\___|\___/___\___/_/ |___/_|\__,_|


Completamente inútil, e assim, indispensável :D

Tradução feita por Ana Spadari

Veja também

Artigo original publicado por . Tradução feita por ninha25. Última modificação: 16 de fevereiro de 2011 às 12:24 por ninha25.
Este documento, intitulado 'Afixar um Tux no lançamento do terminal', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.