Linux - Instalar Linux sem particionar

Outubro 2017




Como instalar Linux sem fazer partições ?


Existe dois métodos:


Referente a solução 1 (máquina virtual):
  • Vantagens:
    • Você pode instalar tantos quantos sistemas Linux você desejar.
    • Você poderá fazê-los funcionar em paralelo.
  • Inconvenientes :
    • Linux não rodará na sua velocidade máxima na máquina virtual)
    • Você não aproveitará da aceleração de 3D de sua placa gráfica.
    • O consumo da memória será mais importante (pois você tem o sistema anfitrião (Windows) e o sistema na máquina virtual (Linux).


Referente à solução 2 (Wubi):
  • Vantagens:
    • Linux não é emulado, ele roda em pleno regime na máquina física.
    • Você aproveitará das acelerações 3D da carta gráfica.
    • Consumo memória bem inferior daquela da solução da máquina virtual.
  • Inconvenientes:
    • Permite instalar somente a distribuição Linux Ubuntu. (Você não poderá testar outras distribuições Linux).
    • Você tem a escolha entre Windows ou Linux em cada arranque, mas os dois não podem funcionar simultaneamente.


A vantagem é que você pode rodar simultaneamente Windows e Linux.


Na continuidade deste artigo, nós iremos explicar como colocar em funcionamento a solução 1 (máquina virtual).

Como se passa para o disco Linux ?


Que a solução seja 1 ou 2, ao invés de criar uma partição para Linux, um simples arquivoé criado na sua partição Windows e será utilizada como uma partição virtual no Linux. ( As performances disco são inferiores a uma verdadeira partição, mas é o preço a pagar

Se for um simples arquivo, não há nenhuma necessidade de tocar em suas partições.

Se você preferir em seguida suprimir Linux, basta suprimir este arquivo.

Preâmbulos


Este artigo vai explicar como instalar e testar Linux sem riscos e sem particionamento utilizando VirtualBox. (um emulador de PC).

Este método pode ser aplicado para instalar quantas distribuições Linux você desejar, e sem jamais ser obrigado a particionar seu disco rígido .

Você verá Linux rodar em uma janela no interior de Windows (ou em tela cheia se você desejar).
Isto quer dizer que você poderá utilizar simultaneamente Windows e Linux.
O disco de Linux estará presente sob forma de arquivo em sua partição Windows. Não terá nenhuma modificação em suas partições.
Para a demonstração, nós instalaremos Ubuntu (uma distribuição Linux popular) em uma máquina virtual (VirtualBox).

Este artigo cobre

  • A criação de uma máquina virtual no VirtualBox
  • A instalação da Ubuntu
  • A atualização da Ubuntu pela internet

O necessário:

Material, sistema e software

  • Um PC com Windows
  • 512 Mo de RAM ou mais
  • A imagem ISO Ubuntu (ubuntu-6.10-alternate-i386.iso)
  • O software VirtualBox (gratuito)
  • 3 Go de espaço livre (depois da recuperação da imagem ISO e instalação do VirtualBox).
  • 2 É aconselhado ter uma conexão internet banda larga e ativa no momento da instalação (para as atualizações).

Porque?

Porque VirtualBox ?


VirtualBox é um software de virtualização gratuito e leve.

Ele é mais leve que VMWare e mais simples, é por esta razão que ele foi o escolhido.

Porque Ubuntu?


É uma versão de Linux simples à utilizar, e ela permitirá entrar levemente no mundo de Linux.

Você terá, certamente, toda a potência de Linux (linha de comando, etc.), mas você terá ainda centenas de aplicações instaláveis através de um simples clique.

Porque a versão "Alternate" de Ubuntu ?


Esta versão necessita menos de memória para a instalação, e oferece apesar de tudo a mesma coisa quando já estiver instalada.

(A versão standard somente poderá ser instalada com no mínimo 196 Mo de RAM.)

Downloads prévios


Faça o download de Ubuntu-6.10-alternate-i386.ISO (730 931 200 octets)
de http://br.ccm.net/download/baixaki-352-virtualbox

Baixe VirtualBox de http://www.virtualbox.org
e instale-o.

A caminho!


Assegure-se que você esteja conectado na internet (Ubuntu serve-atualizações)

1. Criação e configuração da máquina virtual


Vamos criar nossa máquina virtual e instalemos Ubuntu ali dentro.

Lance VirtualBox e clique sobre "New":



Depois "Next":



Como nome da máquina, entre "Ubuntu" e selecione Linux 2.6.



Escolha 196 Mo de RAM.
Isto é suficiente para fazer funcionar Ubuntu perfeitamente, sem problemas.



Aqui nós iremos criar um disco rígido virtual sobre o qual nós instalaremos Ubuntu.

(É um simples arquivo (em .vdi) que aparecerá na máquina virtual como um verdadeiro disco rígido.)

Clique sobre "New".



depois "Next"



Selecione "Dynamically expanding image".
Isto vai criar um pequeno arquivo que aumentará conforme as necessidades do Ubuntu.



Para o tamanho, escolha 3 Go.
Isto será suficiente para Ubuntu e permitirá a você instalar softwares suplementares.


Clique em "Finish"



Assim nosso disco rígido foi criado. Passemos a continuação: clique sobre "Next"



Clique sobre "Finish"



Resta fazer algumas regularizações: Clique sobre "Geral":



Na parte "CD/DVD-Rom", assinale a casa "Mount CD/DVD Drive",
Selecione "ISO Image file" e clique sobre a pequena pasta com uma flecha de pé).


Clique sobre "Add":



Selecione o arquivo ISO de Ubuntu que você baixou.
(isto equivale a inserir o CD da Ubuntu na máquina virtual



Nosso arquivo ISO é selecionado, clique sobre "Select".



Para aproveitar o som, temos que ativá-lo:
Na sessão « Áudio », assinale a casa "Enable Audio" e selecione "Windows Multimídia".


2. Instalação do Ubuntu


Bom !

Passemos agora à instalação da distribuição Ubuntu propriamente dita.
Inicie a máquina virtual clicando em "Start".
(Note: Para entrar na máquina virtual, clique na janela. Para sair a qualquer momento, pressione a tecla CTRL da direita.)



Após alguns instantes, você verá aparecer na tela de inicio de Ubuntu :


Pressione F2 e escolha « português » (utilizando as flechas e a tecla ENTER)



Depois escolha « sobre o disco rígido »



Entre o nome que você deseja dar para esta máquina (você pode deixar « ubuntu » : Pressione simplesmente ENTER.)



Nós iremos instalar Ubuntu sobre a totalidade de nosso disco rígido virtual.
Nada de pânico ! Nenhum risco para o seu disco rígido pois trata-se unicamente de particionar o disco virtual (ubuntu.vdi).

Escolha a primeira opção ("Apagar e utilizar todo o disco IDE1 mestre (hda)")



Ubuntu solicita confirmação : Confirmar escolhendo « Sim » (com as flechas esquerda/direita e a tecla ENTER) :


Para a confirmação do relógio em UTC, escolha « SIM »



Entre seu nome completo (sobre nome e nome ) (Não é obrigatório):



Escolha um nome de login. É o nome que você utilizará para conectar-se na máquina.



Entre uma senha para este usuário, e confirme-o entrando uma segunda vez.



Deixe em seguida o sistema instalar-se. (Isto pode demorar um certo tempo).


A instalação lhe perguntará se você deseja instalar as atualizações de traduções.

Escolha « Sim »


Assinale todas as resoluções inferiores ou legais para o seu computador.
(Por exemplo se você está em 1280x1024, assinale 1280x1024 e todas aquelas que estão abaixo.)

Utilize as flechas alto/baixo para navegar, ESPAÇO para selecionar/desmarcar, e TAB para passar ao botão <Continuar>



A instalação continua (Isto pode durar algum tempo)



A instalação terminou !



Vá ao menu "Devices" => "Unmount CD/DVD-ROM".
(Isto equivale a tirar o CD da máquina virtual)



Enfim escolha "Continuar":


3. Primeiro arranque de Ubuntu e atualização


Ubuntu inicia.



Eis a tela do login : Entre seu login e sua senha.



Após alguns segundos, eis a área de trabalho de Ubuntu.

Parabéns !

Linux está instalado e pronto a utilização.



Ubuntu assinala a você que as atualizações estão à sua disposição. Clique sobre o ícone da barra das tarefas.


A lista das atualizações disponíveis se afixa. Clique simplesmente sobre o botão « Instalar as atualizações ».



Sua senha será solicitada: digite-a.


Deixe o download e as atualizações se completarem.
Note: No momento de uma nova instalação de Ubuntu, sempre tem um grande número de atualizações a baixar.
Tranquilize-se, as novas atualizações se farão mais facilmente e serão muito mais leves.




Esta janela assinala o término da instalação das atualizações: clique sobre o botão « fechar ».


O pequeno ícone « Dupla-seta» na barra de tarefas assinala que um reinicio é necessário.


Por um momento, paremos nossa máquina virtual: Clique este botão :


E escolha « Parar »



Não esqueça de « retirar » o CD de instalação de Ubuntu, pois você não necessita mais dele:

Vá na configuração do CD-Rom :



E desmarque o CD-Rom :


4. Utilização de Ubuntu


Você pode agora iniciar seu sistema Linux quando você quiser: ele está pronto para utilizar.


Você pode ir mais longe


Você pode utilizar VirtualBox para instalar tantas quantas distribuições Linux você quiser!
(Conforme o espaço de seu disco rígido.)
Isto permitirá experimentar todas as distribuições sem jamais particionar seu disco rígido, e sem riscos.

Note se você tem bastante memória, nada impede de fazer funcionar diversas máquinas ao mesmo tempo.

Configurando a rede Ethernet virtual, você pode fazer comunicar estas máquinas virtuais entre si e com sua máquina física.
Cada máquina virtual pode assim ter seu próprio endereço IP.)

Claro, você pode igualmente (se você tem as licenças), instalar Windows dentro do Windows.
Por exemplo, instalar Windows Vista no VirtualBox no Windows XP.

Inconvenientes


Esta solução tem inconvenientes. Entre os piores :
  • Lentidão : A emulação pela máquina virtual faz que o Linux seja mais lento se comparado ao que ele seria se fosse lançado sozinho.
  • Sem aceleração 3D : Linux tem aceso somente à carta gráfica virtual de VirtualBox, ele não poderá aproveitar da aceleração 3D de sua placa gráfica real.
  • Lentidão de acesso disco: Se o arquivo contendo o disco virtual está fragmentado, os acessos disco serão mais longos. (Você reduzirá esta fragmentação, desfragmentando seus arquivos .vdl com softwares como

contig
Baixe Contg e/ou JKDefrag.

Artigo [thttp://www.commentcamarche.net/faq/sujet 4952 linux installer linux sans repartitionner# original] publicado por Sebsauvage

Tradução feita por na Spadari

Veja também

Artigo original publicado por Carlos-vialfa. Tradução feita por ninha25. Última modificação: 1 de abril de 2014 às 06:13 por ninha25.
Este documento, intitulado 'Linux - Instalar Linux sem particionar', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.