Introdução ao Microsoft Windows

O Windows é o sistema operacional da Microsoft e o mais utilizado ao redor do planeta. O sistema vem embarcado nos computadores produzidos pelas principais fabricantes do mundo, com exceção dos aparelhos da Apple, que utiliza sistema próprio. Ao longo dos anos, o Windows teve diversas versões. A atual é o Windows 10.




História do Windows

Primeiros passos

Em agosto de 1981, a Microsoft começou a sua atividade com a comercialização da versão 1.0 do sistema operacional Microsoft DOS (MS-DOS), de 16 bits, que funciona em linha de comando.

A primeira versão do Windows, o Microsoft Windows 1.0, apareceu em novembro de 1985. Era uma interface gráfica inspirada naquela dos computadores da Apple da época. O Windows 1.0 não teve sucesso junto ao público, nem o Microsoft Windows 2.0, lançado em 9 de dezembro de 1987.

Foi somente em 22 de maio de 1990 que o sucesso começou com o Windows 3.0, que seria sucedido pelo Windows 3.1 em 1992 e o Microsoft Windows for Workgroup, chamado de Windows 3.11, que compreendia funcionalidades de rede. O Windows 3.1 não pode ser considerado um verdadeiro sistema operacional, já que é uma interface gráfica baseada no MS-DOS.

Windows 95

No dia 24 de agosto de 1995, a Microsoft lançou o sistema operacional Windows 95. Esta versão revelou a vontade da Microsoft de transferir funcionalidades do MS-DOS para o Windows. Porém, o sistema ainda se baseava muito no sistema DOS 16 bits e manteve as principais limitações do sistema de arquivos FAT16, como a possibilidade de utilizar longos nomes de arquivo.

Windows 98

Após quatro revisões do Windows 95 ao longo dos anos, a Microsoft inicou em 25 de junho de 1998 as vendas do Windows 98. Apesar de ter trazido funcionalidades além das originais do MS-DOS, o sistema mantinha o DOS como base.

Por outro lado, o Windows 98 foi mal administrado em termos de divisão da memória entre os processos, permitindo disfunções do sistema. Uma segunda edição do Windows 98 apareceu no dia 17 de fevereiro de 2000 com o nome de Windows 98 SE (segunda edição).

No dia 14 de setembro de 2000, a Microsoft comercializou o Windows ME ou Windows Millenium. Este sistema foi baseado no Windows 98 (e, assim, no MS-DOS), mas trouxe recursos de multimídia e rede complementares. Por outro lado, ele integrou um mecanismo de restauração do sistema que permite voltar a um estado precedente em caso de bloqueio.

Windows NT

Paralelamente ao desenvolvimento narrado até aqui, a Microsoft trabalhou em um sistema operacional de 32 bits e não baseado no MS-DOS. Exclusivo para uso profissional, em outubro de 1992, a empresa lançou o Windows NT (New Technology). O Windows NT não é uma evolução dos outros Windows, mas um sistema operacional independente.

O boom do Windows NT demorou alguns anos para acontecer e só veio com a versão Windows NT 4.0, lançada nem 24 de agosto de 1996. Menos de dois anos depois, a Microsoft divulgou o Windows NT 4.0 TSE (Terminal Server Emulation), o primeiro sistema do Windows que possibilitou ligar terminais em um servidor, ou seja, utilizar clientes rápidos para acessar uma sessão aberta no servidor.

No dia 17 de fevereiro de 2000, chegava ao mercado o Windows 2000, mostrando a convergência dos sistemas NT com os Windows 9x. O Windows 2000 era um sistema 32 bits com as características do Windows NT, gestão melhorada dos processos e compatibilidade total com os dispositivos USB e FireWire.

Windows XP e Vista

O sucesso ainda reduzido do Windows 2000 foi revertido cerca de um ano depois, com o surgimento do Windows XP, o sistema operacional preferido de muitos usuários por longos anos. A interface do sistema era muito mais moderna e colorida do que as versões anteriores.

Nos anos seguintes, a Microsoft lançaria algumas evoluções do XP sem tanta adesão dos usuários. A principal delas foi o Windows Vista, anunciado no dia 22 de julho de 2005. O Vista trouxe novos recursos, principalmente a interface gráfica do usuário, chamada de Windows Aero.

Windows 7 e 8

No dia 22 de julho de 2009, foi lançado o Windows 7, mais modesto que o Vista, já que visava mais a eficiência do que a novidade. O Seven tem um sistema mais limpo e prático do que o Vista, pensando na evolução da compatibilidade com aplicativos e hardwares e continuando o trabalho do mesmo.

Menos de três anos depois, em 26 de outubro de 2012, chegava o Windows 8 que, assim como na relação XP-Vista, não agradou tanto o público quanto o Windows 7, principalmente pela falta do menu Iniciar, tão prezado pelos usuários do sistema. Ainda seria lançado o Windows 8.1, vendido a partir de dia 17 de outubro de 2013.

Windows 10

O natural é que depois dos Windows 7 e 8 a Microsoft lançasse o Windows 9. No entanto, em julho de 2015 era lançado o Windows 10. Até hoje, a opção por saltar o número 9 nunca foi inteiramente explicada pela empresa, mas uma das razões pode ser um erro de compatibilidade que ocorreria com a máquina confundindo o Windows 9 com as versões 95 e 98.

De uma forma ou de outra, o Windows é sem dúvidas o mais revolucionário dos sistemas da empresa pela interface ainda mais inovadora e a inclusão de muitos recursos que facilitam e muito a vida dos usuários. Desde seu lançamento, a Microsoft libera duas atualizações anuais do sistema, incrementando suas funcionalidades.

Foto: © snig - Shutterstock.com
Veja também
Este documento, intitulado 'Introdução ao Windows da Microsoft', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.

Assine nossa newsletter!

Receba toda semana o melhor conteúdo

Assine nossa newsletter!