Cópia de segurança (Backup)

Faça uma pergunta

O que é uma cópia de segurança

A configuração de uma arquitetura redundante garante apenas a disponibilidade dos dados de um sistema, mas não os protege contra os erros de manipulação dos usuários ou contra catástrofes como incêndios, inundações ou terremotos. Por isso, é necessário prever mecanismos de backup, de preferência remotos, para garantir a disponibilidade dos dados. Além disso, um mecanismo de cópia de segurança também pode ser usado como armazenamento de arquivo, ou seja, conservar os dados num estado correspondente a uma determinada data.

Quais são os tipos de cópia de segurança

Independentemente do dano sofrido, o mecanismo de cópia de segurança implementado deve, imperativamente, ser pensado de maneira a garantir a disponibilidade e a recuperação de todos os dados importantes de uma empresa, sem perturbar o funcionamento do sistema de informação.

Por isso, é aconselhável desenvolver estrategicamente um mecanismo de cópia de segurança, indicando os dados a serem salvos, com que frequência e com que método, e que plano de recuperação deverá ser implementado para restabelecer o funcionamento normal em caso de incidente. De um modo geral, as cópias de segurança se dividem nas seguintes categorias: global, diferencial, incremental, delta e registro.

Cópia de segurança global

O objetivo de uma cópia de segurança global (full backup) é realizar uma cópia completa dos dados em um suporte à parte. No entanto, para grandes volumes de dados, o backup global pode causar problemas de disponibilidade, já que cria discos de acesso pesados e caros, dada a capacidade necessária. Por outro lado, a cópia de segurança global proporciona uma imagem fiel dos dados através do tempo.

Cópia de segurança incremental

A cópia de segurança incremental consiste em copiar todos os elementos alterados desde o backup precedente. Este tipo de cópia de segurança é mais eficaz do que a global porque foca unicamente nos arquivos modificados e requer menos espaço de armazenamento. Porém, por outro lado, é necessário contar com os backups anteriores para reconstituir a cópia de segurança global.

Cópia de segurança diferencial

A cópia de segurança diferencial focaliza especificamente os arquivos alterados desde o último backup global, o que faz com que ele seja mais lento e use mais espaço de armazenamento do que a cópia de segurança incremental, porém é mais confiável, já que o backup global é necessário para reconstituir os dados salvos.

Cópia de segurança delta

A cópia de segurança delta é um backup incremental de elementos dos dados com grande detalhe, ou seja, blocos de dados são salvos em vez de arquivos individuais.
Jean-François Pillou

Jean-François Pillou - Fundador do CCM
Mais conhecido como Jeff, Jean-François Pillou é o fundador do CommentCaMarche.net. Ele também é CEO do CCM Benchmark e diretor digital do Grupo Figaro.

Mais informações sobre a equipe do CCM

Última modificação: 29 de setembro de 2017 às 12:00 por Pedro Muxfeldt.

Este documento, intitulado '', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (https://br.ccm.net/) ao utilizar este artigo.