0
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Legalizar o Windows

Utilizar uma cópia pirata do Windows, apesar de gratuito, traz uma série de restrições ao usuário e é ilegal. Veja como legalizar seu sistema, ativando o Windows original em sua máquina.



Sistema operacional mais usado no mundo, o Microsoft Windows é pago. Por isso, muitas pessoas preferem utilizar versões pirata do sistema. Essa ação, além de ilegal, restringe o uso do computador, uma vez que o Windows identifica que a versão não é autêntica e passa a colocar obstáculos à utilização do PC.

Porém, a empresa também permite que qualquer pessoa legalize sua versão do Windows a qualquer momento, adquirindo uma licença autorizada do sistema. Nesse artigo, veja como realizar esse procedimento.

Por que não usar uma versão pirata

Além da questão legal, piratear uma versão do Windows também pode ser perigoso. Versões alternativas do sistema podem conter malwares, como spywares para monitorar sua navegação e roubar dados, ou ter maior risco de ataque por hackers, uma vez que os sistemas de defesa criados pela própria Microsoft não estarão em funcionamento.

Outra questão importante é que o suporte da Microsoft não estará habilitado em uma versão pirata, bem como as atualizações constantes - do sistema ou de drivers - lançadas pela companhia, que melhoram o funcionamento e a utilização do computador.

Como a Microsoft sabe que meu Windows não é original

O sistema Windows funciona através das chamadas chaves de produto, uma sequência alfanumérica única para cada usuário. Pelas chaves, o Windows consegue identificar, por exemplo, se uma mesma chave está sendo utilizada em mais de um computador ou se a chave inserida é válida. É assim que ele detecta se seu PC possui uma versão autêntica ou pirata do Windows.

Como legalizar seu Windows

Existem duas maneiras de legalizar seu Windows no caso de uso do Windows 10, a versão mais recente do sistema operacional da Microsoft e já largamente utilizada. A primeira delas é adquirir uma licença do Windows. Para isso, clique aqui para comparar as versões Home e Pro do sistema e decidir qual a que melhor se adapta ao seu uso do computador.

Depois de comprar a licença, basta instalá-la no computador e seguir as instruções na tela para ativação da chave do produto. A troca da chave do produto - de uma pirata para uma autêntica - é simples e sem riscos. Você não precisa se preocupar com seus programas e arquivos. Nada será excluído e todos os softwares continuarão rodando normalmente.

A outra alternativa é comprar um novo PC que já venha instalado com o Windows. Nesse caso, o preço do sistema operacional já está embutido no valor do computador. Essa medida é recomendada pela Microsoft no caso de PCs mais antigos, com versões pirata de sistemas mais antigos como Windows XP e Windows 7, que já não contam sequer com suporte da empresa.

Foto: © MaximP - Shutterstock.com
Este documento, intitulado 'Legalizar o Windows', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.

0 Comentário