Dolby Digital/AC3

Abril 2017

Apresentação do formato Dolby Digital

Lançado em 1987,o formato Dolby Digital é um standard de codificação numérico de áudio 5.1 desenvolvido pelos laboratórios Dolby Labs. Ao contrário dos sistemas Dolby ProLogic, as pistas do áudio Dolby Digital são independentes. O formato Dolby Digital apoia-se, nos casos dos aparelhos para o grande público, em um algoritmo de compactação chamado AC3 - Audio Coding 3, permitindo compactar os fluxos de áudio com um fator 10 a 12 com uma amostragem de 16 bits a 48 kHz, ou seja, um débito global de cerca de 384 kbit/s. Assim, o formato Dolby Digital é chamado também de Dolby AC3. Os profissionais não usam o decodificador AC3, eles usam um sistema chamado SR-D. O formato AC3 foi usado pela primeira vez no cinema no filme "Batman Returns" em 1992. O som é preparado para envolver o usuários, já que é um som limpo, bem direcionado, e que permite ouvir sons que normalmente não são percebidos com outros tipos de processamento.

O Dolby Digital é provavelmente o sistema mais utilizado nos equipamentos de Home Theater. Para poder explorar suportes em formato Dolby Digital (DVD vídeo ou DVD áudio, por exemplo), é necessário possuir um equipamento que possui um decodificador AC3 integrado. Estes equipamentos são habitualmente reconhecíveis pelas presenças do seguinte logotipo:

dolby digital

O formato Dolby Digital permite a restituição do som no espaço graças a 6 canais áudio independentes:

Uma coluna central, geralmente colocada no ou em cima da tela, servindo para difundir os diálogos:

Duas pistas áudio para as colunas da frente que permitem acentuar o contexto sonoro que provém da coluna central;

Dois canais para as colunas traseiras que permitem difundir os barulhos e o ambiente sonoro, a fim de criar um ambiente;

Um canal para as frequências baixas que servem para amplificar os efeitos especiais (explosões, tremor, etc.).

A banda do formato Dolby Digital é compreendida entre 20 Hz à 20 KHz. As bandas de som em formato Dolby Digital podem ser codificadas de acordo com dois formatos. Saiba, em primeiro lugar que que a denominação genérica de 5.1 é frequentemente confundida com o termo Dolby Digital. Então as duas bandas são a Dolby Digital EX que propõe um canal suplementar (fala-se então de 6.1) obtido a partir dos dois canais traseiro a fim de disfarçar o efeito de buraco atrás do usuário. No entanto, uma fonte de áudio em Dolby Digital EX poderá ser lida com um decodificador Dolby Digital 5.1 tradicional. Já o standard Dolby Headphone permite desfrutar de um som espacial com um auscultador áudio tradicional em total intimidade, sem estar correr o risco de incomodar o ambiente, a partir de uma fonte estéreo ou multicanal. Ele é baseado num processo dito de virtualização que utiliza funções HRTF - Head Related Transfert Functions - Funções de Transferência Relacionadas à Cabeça, permitindo simular um som 3D tendo em conta as deformações sonoras durante a passagem dos diferentes constituintes físicos da cabeça do ouvinte e acoplando estes dados com as características da resposta acústica de uma peça de escuta virtual.

Os equipamentos (placa de som, Home Theater, console de jogos, etc.) compatíveis Dolby Headphone comportam o seguinte símbolo:

dolby headphone

Veja também


Dolby Digital / AC3
Dolby Digital / AC3
Dolby Digital / AC3
Dolby Digital / AC3
Dolby Digital / AC3
Dolby Digital / AC3
Dolby Digital / AC3
Dolby Digital / AC3
Dolby Digital/AC3
Dolby Digital/AC3
Última modificação: 15 de abril de 2017 às 06:58 por ninha25.
Este documento, intitulado 'Dolby Digital/AC3', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.