Google Penguin: boas práticas de SEO

Dezembro 2016

Desde maio de 2012, o Google lançou uma série de atualizações para o seu algoritmo, que visa penalizar os sites que usam certas técnicas de spamdexing - indexação abusiva. Chamado de "Pinguim" (Penguin em Inglês), ele visa a automação dos processos de netlinking para melhorar o posicionamento das páginas no Google. Com a implantação do Pinguin 4.0, em maio de 2013, que boas práticas de SEO devemos respeitar para evitar sanções?


O que é Google "Penguin" ?


"Penguin" (ou pinguim) é o nome de código para uma série de atualizações do algoritmo do Google, que visa penalizar o ranking de sites usando técnicas abusivas de SEO para melhorar o posicionamento de suas páginas nos resultados do Google (o SERP - Página de resultados do mecanismo de busca).

A atualização do "Penguin" foi dividido em quatro tempos, com duas grandes atualizações, sendo as mais importantes, a inaugural e a do dia 22 de maio de 2013.

Em detalhes:
  • Penguin 1, saiu no dia 24 de abril de 2012, que afetou 3,1 % das pesquisas (palavras-chave)
  • Penguin 2, saiu no dia 26 de maio de 2012 (0,1 % das pesquisas impactadas)
  • Penguin 3, saiu no dia 5 de outubro de 2012 (0,3 % das pesquisas)
  • Penguin 4, saiu no dia 22 de maio de 2013 (2,1 % das pesquisas)

Diferencas com o Panda

  • A atualização do algoritmo do Google chamada de "Panda" e implantada em 2011 tem por objetivo penalizar o ranking dos sites de baixa qualidade, assim como seu conteúdo. Ela se baseia nos citérios de indexação interna do site.
  • O Google Penguin penaliza, principalmente, os sites que usam técnicas abusivas de netlinking, ou seja, contrárias às diretrizes do Google. Portanto, esta atualização se baseia nos critérios de externas do site (backlinks).

De Penguin a Penguin 4.0: boas práticas

Escolha das âncoras de links nos backlinks

  • Evitar sistematizar o uso das mesmas âncoras de link nos backlinks: é importante variar as consultas associadas aos backlinks.
  • Cuidado com as âncoras superotimizadas para o SEO, que correspondem às "consultas exatas" destinadas a melhorar o ranking de uma página web baseadas em uma palavra-chave digitada frequentemente. A multiplicação deste tipo de âncora é um sinal de alerta para o Google.

Netlinking

  • Proibir a compra de backlinks através de redes pagas. Em suas diretrizes para webmasters, o Google aponta para o "sistema de links" que incluem, principalmente, "a compra de links ou mensagens com links e a troca de bens ou serviços contra os links. "
  • Evitar a troca recíproca de links.
  • Evitar o posicionamento de backlinks dos sites conectados por links.
  • Evitar a publicação de backlinks a partir de sites cujo tema geral não está relacionado com o site alvo (e, às vezes, fora do tema).


Também devem ser evitados:
  • Os backlinks posicionados em artigos sem muita consistência, com conteúdo de baixa qualidade.
  • Os links compartilhados a partir do bookmarking ou dos diretórios de baixa qualidade.
  • Os links amplamente difusos na parte de baixo das páginas de diversos sites.
  • Os links com âncoras superotimizadas nos comentários ou na assinatura de mensagens postadas nos fóruns de discussão.

Não permitir um backlink


O Google oferece aos webmasters uma ferramenta para evitar backlinks através do painel do serviço "Google: ferramenta para webmasters".

Esta ferramenta pode ser usada para remover backlinks de baixa qualidade.

Além do Penguin


Segundo informações dadas por Matt Cutts, chefe da equipe de antispam do Google, várias melhorias serão feitas no algoritmo do Google, para atualizar o Penguin em 2013 (veja este vídeo).
  • Os publieditoriais (reportagens com links em "do-follow") tenderão a ser penalizados porque informam sobre o ranking das páginas (Page Rank).
  • A eficácia dos links de spam será reduzida com a introdução de um novo sistema de análise de links.
  • O Google prevê a criação de um sistema de detecção precoce de sites com malwares e um dispositivo para auxiliar os webmasters a evitarem penalidades.
  • A classificação de certos sites "que se impõem em suas áreas" será reavaliada de acordo com diferentes critérios de popularidade.
  • O Google quer atenuar o efeito da atualização do Panda em alguns sites, levando em conta novos sinais qualitativos.

Saiba mais



Tradução feita por Lucia Maurity y Nouira

Veja também :
Este documento, intitulado « Google Penguin: boas práticas de SEO »a partir de CCM (br.ccm.net) está disponibilizado sob a licença Creative Commons. Você pode copiar, modificar cópias desta página, nas condições estipuladas pela licença, como esta nota aparece claramente.