Escolher seu CMS para um blog ou para um site

Setembro 2017


Não é nada fácil de entender como funciona a selva dos Content Management System. Proprietários ou livres, a oferta é enorme a tal ponto que é difícil determinar qual CMS poderá responder às suas necessidades específicas e quais são os pontos chaves à verificar antes de fazer a escolha de tal ou tal solução. Isso, pois do lado dos CMS distribuídos com licença livre, a paleta de soluções é larga, muito larga.

Os blogs


O nome de domínio de seu blog deve refletir claramente seu conteúdo e se possível conter as palavras chaves sobre as quais você deseja comunicar. Escolha também um nome que seja frequente nas buscas no Google, o nome de domínio é uma das chaves de um bom referenciamento natural. Para instalar seu próprio blog, você deve previamente se inscrever em um site de hospedagem e comprar um nome de domínio. A expansão de um CMS como Wordpress ou Dotclear (mas ixiste város outros) é adaptado se você desejar personalizar seu blog e afinar a parametragem de seu blog. Se você estiver buscando maior simplicidade, você pode escolher os plataformas de blogs on line, que asseguram a hospedagem de seu blog.

Wordpress


É atualmente o CMS mais popular. Este CMS goza de uma grande e ativa comunidades de desenvolvedores. Resultado, Wordpress oferece atualizações regulares, incluindo novas funcionalidades e a correção de falhas de segurança. A solução é amplamente utilizada, os desenvolvedores oferecem continuamente novas aplicações que permitem aos usuários "empurrar" as capacidades do CMS e / ou propor conteúdos mais ricos (imagem, som, vídeo). Note-se que muitos temas estão disponíveis gratuitamente para a comunidade. Os temas são utilizados para "personalizar" o CMS com base no uso que você tem
Observe que o código fornecido por Wordpress é próprio, e desta forma otimizado para o referenciamento. Note também que são propostos vários plug-ins para melhorar o referenciamento de seu blog.

Os pontos fortes
  • Otimizado para o referenciamento
  • Um suporte eficaz graça à sua grande comunidade


Os pontos fracos
  • Alguns sites de hospedagem bloqueiam a reescritura do URL
  • A solução pode ser longa e complicada a desenvolver para os novatos.

Dotclear


Durante muito tempo, a solução Doctlear conseguiu manter o seu poder aobre Wordpress. Mas Wordpress superou isto e hoje está na frente. Mas Dotclear permanece uma alternativa séria e credível para o Wordpress. Em sua última versão, Dotclear se inspirou muito no Wordpress propondo um back office mais ergonômico do que o habitual. O CMS também oferece muitos aplicativos de terceiros e temas para personalizar seu blog. No entanto, o número de "plug-in disponível é menor que no Wordpress. Enfim, salienta-se a simplicidade de implementação do Wordpress.

Os pontos fortes
  • Simplicidade de instalação e utilização
  • Ergonomia do back-office

os pontos fracos
  • Menos escolhas nos temas e plug-in
  • Uma comunidade menos reativa que aquela do Wordpress

Desenvolver seu site web


Aqui também, será preciso buscar um serviço de um site de hospedagem gratuita ou pago para desenvolver sua solução. Atenção, criar seu site inteiro on line necessita dos conhecimentos de base em desenvolvimento (php , html e CSS). As soluções propostas aqui abaixo não são as únicas e são adaptadas para gerenciar um número importante de páginas que se mostrarão muito volumosa se você desejar um site "estático" de apresentação de sua atividade.

Joomla


Ideal se você estiver procurando uma solução mais completa, flexível e evolutiva. Joomla permite a gestão de páginas estáticas e de páginas reatualizáveis regularmente (notícias por exemplo). Numerosos temas estão disponível para a plataforma, e o seu back-office é bastante intuitivo. Resultado, os gerenciadores do site sem ter conhecimentos especializados em desenvolvimento, poderá ser rapidamente autônomo. O site permite incluir formulários de contato e suporta a enxurrada de visitantes (mas o servidor deveria ser bem dimensionado). Atenção ! A instalação do Joomla não é aconselhada aos aficionados, é preciso àas vezes « ' »sujar as mãos » para ter sucesso no desenvolvimento de uma solução.


Os pontos fortes
  • Uma gestão fina das permissões para os usuários
  • Possibilidade em personalizar seu site graças à oferta crescente de plug-ins.

Os pontos fracos
  • A compreensão da interface de administração necessita de um esforço de formação
  • O código gerado nem sempre é adaptado e conforme os standards

Drupal


Com Drupal, pode-se fazer tudo... ou quase ! Site dinâmico, rede social, site editorial ou plataforma de blogs. Drupal o CMS open source para quebrar qualquer galho. Quando fazemos o download, o site é composto somente de um « coração » que assegurará as funções vitais de um site : a publicação do conteúdo na web. De acordo com as necessidades exprimidas, o desenvolvimento poderá adicionar módulos desenvolvidos pela comunidade de desenvolvedores ou aos seus próprios cuidados. É então o CMS flexível por excelência, mas também o mais difícil a entender. Será necessário de qualquer forma, chamar um "conhecedor" para tirar o que ele tem de bom. Em contrapartida, você terá um CMS sob medida, adaptado as suas necessidades e evolutivo

Os pontos fortes
  • Configuração avançada
  • Possibilidade de expansão do CMS em modo multi-site

Os pontos fracos
  • Domínio difícil para os aficionados
  • Back-office de « base » pouco ergonômica



Tradução feita por Ana Spadari

Veja também

Artigo original publicado por jad05. Tradução feita por ninha25. Última modificação: 31 de outubro de 2012 às 08:24 por ninha25.
Este documento, intitulado 'Escolher seu CMS para um blog ou para um site ', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.