Sua avaliação

Skul: The Hero Slayer para PC

1 vote - 5.0 /5
Comentar
Editor:
Versão:
1.0
Skul: The Hero Slayer para PC
Windows 7 Windows 8 Windows 10 - Português
10/10

O jogo tem uma mecânica super divertida. Vale jogar!

Ana Spadari Posts 48856 Data de inscrição quinta 12 de março de 2009 Status Administrador Última visita 28 de setembro de 2022

Skul: The Hero Slayer é um jogo de ação, do tipo Indie ou jogos independentes, criados por um pequeno grupo ou até mesmo por um só desenvolvedor, bancado por produtores também independentes ou a partir de doações. Ele pode se enquadrar também na subcategoria de jogos RPG, chamada Roque-like ou Roque-Lite, com partidas que evoluem em turnos aleatórios, a partir de mapas tipo ladrilhos, correndo o risco de morte permanente.

Principais características

Ambientação: mundo e personagens fantasiosos em 2D, repleto de ação. O gamer deverá comandar o esqueleto Skul para conseguir resgatar seu rei do cativeiro. O cenário é o Castelo do Rei Demônio, destruído depois de muitos confrontos entre a raça humana e os habitantes - os demônios. Dos confrontos, muitas criaturas do castelo foram feitos prisioneiros, inclusive o rei. A exceção foi Skul, um esqueleto solitário que vai tentar sozinho liberar seu rei. Será que você conseguirá vencer o exército Imperial aliado aos Aventureiros, inimigos do castelo?

Protagonista principal: Skul, é um membro da Guarda do Demônio
Skul - um esqueleto pequeno bem esperto, com habilidades de luta incríveis, principalmente porque pode por usar vários crânios. Da escolha deles (até 2 crânios por vez), vai depender alcance de ataque, velocidade e poder exclusivos.

Gráficos: foram baseados no Pixel Art bem feitos e atraentes.

Requisitos mínimos

Sistema Operacional: Windows 7 e superior

Processador: Dual core from Intel ou AMD com 2.8 GHz

Memória: 4 GB de RAM

Placa de vídeo: Nvidia 450 GTS / Radeon HD 5750 ou superior
DirectX: Versão 11

Armazenamento: 1 GB de espaço disponível

Veja também
Adicionar comentário Comentário
Ver comentário
Comentar a resposta do Ana Spadari

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter!