1
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Linux - Utilizar o comando 'su'

O comando "su" (Switch User, chamado comumente de Super Usuário) permite abrir uma sessão com o identificador de um outro usuário ou de executar um novo shell de conexão. Veja como fazer isso.




Conexão com outro usuário

su toto

Depois de inserir sua senha, você está conectado como usuário "toto", você está ainda no mesmo repertório de trabalho precedente e utilizará as configurações por padrão do usuário precedente (shell de conexão, variáveis de ambiente, permissões diversas).

Executar o novo shell de conexão

su - toto

A presença do hífen força o lançamento de um novo shell de conexão com ajustamentos das variáveis de ambiente e de todas as configurações padrão de acordo com as preferências do usuário. É por essas razões que é aconselhado quando você estiver conectado como super usuário. Utilizar o comando
su -
no lugar de
su
.

Voltar ao shell precedente

Digitar exit ou a combinação das teclas Ctrl + D para fechar o shell em andamento e voltar ao precedente.

Observação : se a linha de comando está vazia, Ctrl-d apagará o caráter atual.

Suspender o shell da conta root

Graças ao comando suspend pode-se suspender o shell e colocá-lo no plano de fundo. O comando fg permite retomá-lo.
ccm@debian:~$ su   
Password:
debian:/home/ccm# suspend

[1]+ Stopped su
ccm@debian:~$ fg
su
debian:/home/ccm#

Notas

-Se você digitar o comando "exit" ou "Ctrl-d" a partir do shell de conexão original (inicial), você vai se encontrar desconectado do sistema (Unix - GNU/Linux).

-Se você estava conectado (em um shell) como root e que você digitar o comando "su user", o sistema não exigirá nenhuma senha.

Foto: © Piotr Trojanowski - 123RF.com

Veja também

Este documento, intitulado 'Linux - Utilizar o comando 'su'', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.

0 Comentário