192.168.0.1 / 192.168.1.1

192.168.0.0 são redes privadas (não roteadores) utilizadas para as redes pessoais ou internas de pequenas empresas. As redes do tipo 192.168.0.0 podem ter até 254 máquinas em rede local (192.168.0.1 a 192.168.0.254). Por padrão, a porta da rede (geralmente um roteador), ou seja, a máquina conectada à Internet que dá acesso à rede para hosts, tem 192.168.0.1 como endereço padrão. Em seguida, atribui às máquinas da rede os endereços 192.168.0.2 a 192.168.0.254.


O que significa 192.168.0.1

O número 192.168.0.1 é o endereço padrão do Protocolo da Internet (ou endereço IP) para todos os tipos de modelos TP-link, D-Link e Netgear. Esse endereço de rede IPv4 privado pode ser alterado a qualquer momento usando o console de gerenciamento do roteador de rede.

Qual a diferença entre 192.168.0.1 e 192.168.1.1

Normalmente, os roteadores dos ISP criam uma rede do tipo 192.168.0.0, com 192.168.0.1 como IP para o roteador. Consequentemente, se quiser pôr um roteador específico atrás de uma box, você terá duas possibilidades: modificar o seu endereço IP se, por padrão, este endereço for o 192.168.0.1 ou manter a configuração atual se, por exemplo, o IP do roteador for 192.168.1.1. Contudo, para utilizar um roteador atrás do roteador do seu FAI, não precisa ativar o modo roteador.

O que são 192.168.0.1 e 192.168.1.1

Acabamos de ver que os roteadores usam o endereço 192.168.0.1 (ou 192.168.1.1). Estes roteadores são quase sistematicamente configurados por uma interface web acessível ao endereço http://192.168.0.1 ou http://192.168.1.1. Na primeira conexão com o roteador, é necessário conectar-se com ele através de um cabo RJ-45 diretamente entre o computador e a primeira porta RJ-45 do roteador, para configurá-lo. Em seguida, a interface web solicita um login e uma senha cujos valores, por padrão, estão especificados na documentação do fabricante.

Não consigo me conectar com o 192.168.1.1

Na maior parte do tempo, o interesse de conectar um roteador específico por trás do roteador ADSL do ISP consiste em aproveitar as novas funcionalidades, como a possibilidade de criar uma rede Wi-Fi mais eficiente do que a do provedor, com inovações mais recentes em termos de segurança (WPA2, 802.11x, RADIUS, etc.) ou desempenho (802.11G, MIMO, etc.). Assim, se for um roteador sem fio, ele será configurado, por padrão, com o Wi-Fi desativado, o que significa que para a primeira configuração será necessário um computador ligado diretamente ao roteador, através de um cabo RJ-45, conectado na primeira porta RJ 45 do roteador.

No dia em que houver um problema com o Wi-Fi, será totalmente inútil tentar se conectar ao 192.168.0.1 ou 192.168.1.1 no Wi-Fi. Será preciso voltar ao velho cabo RJ-45 na primeira porta do roteador Wi-Fi para poder se conectar à interface web do roteador. Além disso, se o roteador também não aceitar mais a conexão com o cabo RJ-45, basta reinicializar o roteador ou fazer um hard RESET nele. A maioria desses roteadores tem um furinho em suas conexões, no qual basta inserir um clipe, para que ele se reinicialize.

Foto: © Signs And Symbols - Shutterstock.com
Artigo original publicado por jak58. Tradução feita por pintuda. Última modificação: 21 de março de 2018 às 12:25 por pintuda.
Este documento, intitulado '192.168.0.1 / 192.168.1.1', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (https://br.ccm.net/) ao utilizar este artigo.
Configurações GPRS WAP MMS