2
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Como escolher um cartão de memória para o seu Android

Cartões de memória aumentam o espaço de armazenamento do seu smartphone, possibilitando que você tenha mais fotos, vídeos e até aplicativos salvos no aparelho.




Usar um cartão de memória é uma maneira excelente de adicionar espaço ao armazenamento original do seu celular Android. Porém, existem dezenas de modelos diferentes de cartões microSD disponíveis no mercado e é preciso levar em conta alguns fatores para você decidir qual o melhor para as suas circunstâncias e necessidades. A seguir, explicamos tudo que você precisa saber antes de comprar um cartão de memória para um smartphone Android.

O que é um cartão de memória?

Cartões de memória são dispositivos de armazenamento de dados que podem ser utilizados em diferentes aparelhos. Além dos celulares, há cartões microSD compatíveis com câmeras fotográficas e computadores, entre outros aparelhos. Em smartphones, elas garantem um armazenamento extra, garantindo que você possa salvar mais fotos, documentos, vídeos e até mesmo transferir aplicativos para alivar o espaço original do aparelho.

Como escolher um cartão de memória

Em linhas gerais, podemos indicar que existem quatro fatores que devem ser levados em consideração na hora de escolher o cartão de memória que você comprará. O primeiro deles, é claro, é o preço, o orçamento que você tem disponível. Depois, estão as características do seu smartphone e o quanto de memória extra ele suporta. Por fim, há dois fatores específicos do cartão: capacidade e velocidade de processamento.


Preço

A questão do preço é a mais 'simples' e depende apenas de você, do quanto você está disposto e pode pagar. Como é possível imaginar, quanto maior a capacidade do microSD, maior será o seu preço. Assim, reflita sobre qual o seu objetivo com o cartão para investir em um que tenha o espaço (e preço) mínimo necessário.

Ainda sobre esse tema, desconfie de promoções exageradas e compre seu cartão de memória em uma loja de confiança. Pior do que pagar caro no produto será gastar dinheiro em um microSD que afete o funcionamento do smartphone.

Suporte do celular

Em seguida, é importante atentar para o suporte do celular ao cartão de memória. Existem celulares, por exemplo, que sequer possuem um slot para cartão microSD. Isso costuma acontecer em aparelhos muito antigos e nos modelos topo de linha dos principais fabricantes.

Por exemplo, iPhones e os Samsung mais avançados não são compatíveis com cartões de memória, fundamentalmente pois possuem um armazenamento nativo muito grande. Para constatar que o smartphone permite uso de cartão de memória, basta conferir na lateral do aparelho se há um espaço marcado com SD ou outra sigla semelhante.



Além disso, é importante conferir no manual do celular ou no site do fabricante qual o limite de memória expansível do seu aparelho. O Samsung Galaxy S10, por exemplo, permite microSD de até 1 terabyte, mas modelos mais populares tendem a possuir espaços menores.

Esse limite não é rígido e é possível que cartões maiores funcionem no aparelho, mas essa é uma situação de loteria. Você também pode acabar comprando um dispositivo que não poderá ser usado integralmente. Assim, o melhor é seguir as especificações do celular.

Capacidade do cartão de memória

Atualmente, os cartões microSD são divididos em duas categorias principais: SDHC e SDXC. Os primeiros são mais simples, com capacidade de 4 GB a 32 GB enquanto o tipo SDXC vão de 64 GB a 2 TB. Existem também cartões SDUC, que chegam a 128 TB.

A escolha com base na capacidade também exige que se pese o que você deseja armazenar no cartão. Se o objetivo é guardar músicas e documentos, um cartão SDHC de alguns gigabytes é suficiente. Já para guardar vídeos em alta qualidade, o tipo SDXC é o mais indicado.

Velocidade do cartão de memória

A outra característica dos microSD a ser considerada é a velocidade de processamento. Há um total de seis classes de velocidade de escrita. Abaixo, listados cada uma delas e suas especificações e aplicações:
  • Classe 2: mínimo de 2 MB/s de transmissão de dados; baixa velocidade de gravação; gravação em HD.
  • Classe 4: mínimo de 4 MB/s de transmissão de dados; média velocidade de gravação; gravação em HD e Full HD.
  • Classe 6: mínimo de 6 MB/s de transmissão de dados; média velocidade de gravação; gravação em HD e Full HD.
  • Classe 10: mínimo de 10 MB/s de transmissão de dados; alta velocidade de gravação; gravação em HD e Full HD.
  • UHS 1: mínimo de 10 MB/s de transmissão de dados; média velocidade de gravação; gravação em HD e Full HD.
  • UHS 3: mínimo de 30 MB/s de transmissão de dados; alta velocidade de gravação; gravação em HD, Full HD e 4K.


Nesse caso, o ideal evidentemente é buscar as opções mais rápidas, que permitirão um acesso muito ágil ao conteúdo armazenado no cartão. Quanto maior a velocidade, maior o preço. Por outro lado, evite as Classes 2 e 4, que podem até mesmo deixar o seu celular mais lento, pois o sistema precisará sempre 'aguardar' que o cartão responda para realizar suas operações.

Foto: © Tum Pumford - Unsplash.

Veja também

Este documento, intitulado 'Como usar um micro SD como armazenamento interno no Android ', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.