1
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Utilizar Face ID no iPhone com uma máscara

A pandemia pelo novo Corona vírus introduziu um novo acessório pessoal de uso diário - a máscara. Um problema se coloca, assim, quando formos desbloquear iPhones com o Face ID, o sistema de reconhecimento facial da Apple, com o rosto a metade camuflado. A boa notícia é que existe um truque para destravar o celular mesmo usando uma mácara, basta configurar um visual alternativo.

Com a pandemia do Covid-19, o uso da máscara virou uma norma obrigatória no trabalho, em comércios em geral, nos transportes em públicos e nas ruas de muitas cidades. Sendo assim, como desbloquear o iPhone com o Face ID, a tecnologia de reconhecimento facial da Apple nos modelos X, XS, 11 et 12. Com a metade da face dissimulada, como o recurso pode reconhecer o usuário?

À primeira vista, só existe soluções alternativas padrão – digitar a senha confidencial, ativar e usar o leitor de impressão digital Touch ID, que se retirou de cena com a chegada do iPhone X, há três anos. Isso se agrava, porque muitos usuários também usam luvas quando estão fora de casa ou no trabalho, incompatíveis com as telas táteis do aparelho - nada prático!

Felizmente, existe um meio de usar o reconhecimento facial da Apple, com o rosto encoberto. O Face ID autoriza, para alegria de todos, salvar uma ‘segunda aparência’ para desbloquear o smartphone. Inicialmente previsto para compensar as modificações do rosto - deixar crescer a barba, por exemplo -, ela pode ser útil com o uso da máscara. A manipulação requer um pouco de habilidade e paciência, mas é perfeitamente executável por todos. Com mais ou menos tentativas e ajustes de posição, o certo é que se consegue, no final, salvar a nova aparência e continuar a se proteger com a máscara para destravar a tela do iPhone.

Como salvar a aparência em rostos com máscara

Para que o Face ID possa reconhecer você, com ou sem máscara, é preciso capturar duas aparências – lado direito e lado esquerdo da face.

  • Comece por preparar a máscara que vai servir para capturar sua aparência. Utilize de preferência um modelo que não esteja amassado ou novo, se se trata de uma máscara descartável. Dobre-a em dois, no sentido da largura, juntando as extremidades com os elásticos. Coloque-a de lado:

  • Desbloqueie o iPhone 11, tocando na tela ou clicando no botão lateral direito. Abra os Ajustes e selecione a opção Face ID e Código. Digite a senha de segurança (4 ou 6 dígitos) para acessar as configurações do recurso. Estando na tela dos ajustes do Face ID, na seção Configurar um visual alternativo, toque no link vermelho Redefinir Face ID:

Vale lembrar que as capturas vigentes até agora, são apagadas na reconfiguração. Será preciso refazê-las novamente, ou seja, escanear e salvar o rosto com e sem máscara.

  • Toque novamente na opção Configurar Face ID e, em seguida, no botão Começar.
  • Pegue a máscara dobrada previamente (veja acima) e passe os dois elásticos por trás de uma orelha. Ajuste-a para que cubra a metade inferior do rosto – da ponta do nariz até o queixo. Para ajudar, você pode segurar a máscara com a ajuda com um ou dois dedos, como for melhor, contanto que não esconda a parte visível do rosto:

  • Quando se sentir pronto a começar a captura, toque no botão Começar, ajuste o roto no centro da claraboia. Na continuidade, movimente lentamente a cabeça para que o escâner possa capturá-lo detalhadamente e completar o círculo. Não pare de movimentar até que, no contorno da claraboia, você visualize o círculo completo, com todos os grandes traços verdes. Isso feito, toque no botão OK para concluir:

  • Pode acontecer que você receba uma mensagem que o rosto foi obstruído. Clique, então, em Anular, no alto à esquerda, reajuste a máscara e recomece o processo de escaneamento.
  • Quando o escaneamento for concluído com sucesso, comece o segundo escaneamento, ou seja, capturar o outro lado do rosto. Procedendo como no primeiro escaneamento, posicione a máscara no rosto e toque em Começar do Face ID. Mais uma vez, coloque o cabeça no cento da claraboia e gire devagar a cabeça - para os lados para cima e para baixo -, para completar a captura.

Depois de ter terminado de escanear os dois lados do rosto com a máscara dobrada, é preciso escanear o rosto sem máscara novamente, já que o que tinha sido salvo anteriormente foi apagado.

  • Tire a máscara e recomece novamente o reconhecimento facial normal, sem artifício. Concluído o processo, bloqueie o iPhone como sempre faz, clicando no botão lateral direito.
  • Teste o desbloqueio para certificar-se que tudo funciona bem, com e sem máscara.

Foto: © milkos - 123RF

Veja também
Este documento, intitulado 'Utilizar Face ID no iPhone com uma máscara ', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.

Assine nossa newsletter!

Receba toda semana o melhor conteúdo

Assine nossa newsletter!