Windows 11 22H2: Microsoft finaliza a grande atualização

A Microsoft está iniciando a entrega da versão de teste do Windows 11 22H2. A chamada Sun Valley 2 é a nova edição de seu sistema operacional. Esta grande atualização promete corrigir os defeitos da primeira versão trazendo muitos recursos inéditos. Confira os detalhes na continuidade do artigo.

Windows 11 22H2: atualização com recursos inéditos

A Microsoft prometeu que o Windows 11 evoluirá profundamente neste ano com uma grande atualização. A nova versão, chamada 22H2 já é conhecida como Sun Valley 2 e deve chegar para todos em alguns meses. Uma coisa é certa: a próxima edição está sendo realmente finalizada. A editora havia confirmado isso oficialmente no final de maio, durante sua conferência para desenvolvedores.

Desde 24 de maio, uma versão chamada RTM está circulando para fins de teste por meio do programa Windows Insider. Em 7 de junho, a Microsoft começou a lançar uma versão de teste finalizada (Build 22621) para membros do Insider por meio do canal Release Preview. Esta fase final de validação e acabamento durará várias semanas, durante as quais a Microsoft continuará a otimizar seu novo sistema, corrigindo bugs e melhorando as funções.

Se você é membro do Windows Insider, já pode baixar e instalar a versão de teste quase finalizada do Windows 11 22H2 por meio do Windows Update.

Do Windows 10 para o 11: migração difícil

Paralelamente, a editora dará continuidade à implantação da versão atual do Windows 11, oferecendo a atualização – sempre gratuita – para todos os PCs compatíveis com Windows 10. Um processo lógico na medida em que o Windows 11 não teve o sucesso esperado desde seu lançamento no início de outubro de 2021, com muitos usuários preferindo ficar com o Windows 10, já que o novo sistema sofria de vários defeitos.

O certo é que o Windows 11 não é a revolução anunciada. Ao contrário do que a Microsoft sugere, trata-se de uma evolução do Windows 10. Uma espécie de super atualização que trouxe várias mudanças de forma - principalmente em termos de interface - mas não em substância, ficando o funcionamento do sistema praticamente inalterado.

Na verdade, tudo nos leva a crer que, sob pressão comercial, a editora desvirtuou um pouco seu calendário ao lançar o sistema às pressas, com algumas novidades originalmente planejadas para o projeto Sun Valley. Pior ainda, por motivos de segurança, a Microsoft mudou drasticamente o jogo em termos de compatibilidade, com requisitos de hardware que impedem determinados PCs, mesmo alguns bastante recentes, de rodar o Windows 11, principalmente por causa do dispositivo TPM 2.0.

LEIA MAIS
O que é Trusted Platform Module 2.0 e como ativar no Windows 11
Como instalar o Windows 11 em um PC não compatível
Como saber se o PC é compatível com Windows 11

No entanto, isso não desmerece a Microsoft. Do lado da Apple, não é diferente, fazendo exatamente a mesma coisa com seu sistema macOS. Ele evolui a cada ano em pequenos passos com alguns novos recursos e melhorias, alterando números e também deixando Macs antigos para trás. Sem contar que a Microsoft também deve levar em conta as milhões de versões do Windows usadas nos negócios: um framework em que as migrações são naturalmente mais lentas por diversos fatores práticos (instalação, configuração, compatibilidade com aplicativos profissionais, segurança).

Além disso, e esta é provavelmente a maior crítica que podemos fazer à Microsoft, o lançamento e implantação do Windows 11 ocorreu na maior confusão. Não só a versão inicial não tinha todos os recursos anunciados – e alguns ainda não existem, como o suporte para aplicativos Android – mas também muitos bugs mancharam as primeiras atualizações do sistema, forçando a Microsoft a recomendar desinstalá-los alguns dias após sua distribuição.

Para confundir ainda mais, a editora adicionou e modificou vários aplicativos instalados como padrão nas atualizações, sem comunicar claramente sobre eles. Tanto é assim que é difícil para um usuário desinformado saber exatamente o que está integrado ao Windows 11 atualmente.

Windows 11 22H2: versão finalizada

A boa notícia é que essa situação deve mudar com o Windows 11 22H2. Ao contrário das múltiplas atualizações realizadas desde que o sistema foi lançado em outubro passado, a Microsoft promete entregar uma verdadeira evolução. Vale lembrar que, ao contrário do que foi feito há alguns anos com o Windows 10, a Microsoft decidiu implantar apenas uma grande versão de seu sistema por ano, trazendo inovações funcionais reais, atualizações intermediárias, chamadas de manutenção, usadas essencialmente para corrigir problemas e melhorar a estabilidade. Considerando as várias falhas e deficiências do atual Windows 11, pode-se considerar o 22H2 como a primeira versão realmente finalizada do novo sistema.

Novidades do Windows 11 22H2

Além das correções cumulativas, a versão 22H2 trará muitas melhorias, bem como várias funções e aplicativos prometidos ou revelados pouco a pouco nos últimos meses. Aqui está uma pequena visão geral dos principais novos recursos.

  • Explorador de Arquivos: o Explorer evoluirá. Os ícones das pastas poderão exibir uma prévia de seu conteúdo. A Microsoft também promete melhor integração do OneDrive, seu sistema de armazenamento online. Mas esperamos especialmente ver o Explorer adicionar guias para facilitar a navegação em uma única janela, como em todos os navegadores web.

  • Menu Iniciar: muito criticado em sua primeira entrega, principalmente por causa de sua localização central na barra de tarefas, o menu Iniciar agora dará a possibilidade de criar pastas para agrupar aplicativos. Ele também oferecerá uma nova configuração para escolher o número de itens fixados e recomendados.

  • Barra de tarefas: também muito criticada, por ter se tornado imóvel, a Barra de Tarefas evoluirá, permitindo arrastar e soltar arquivos entre aplicativos, como no Windows 10. Não sabemos ainda se poderemos movê-la.

  • Configurações rápidas: a área de controle, à direita da barra de tarefas, acomodará novas opções, principalmente para controlar dispositivos Bluetooth, que são cada vez mais numerosos e variados.

  • Estilo gráfico: a Microsoft continuará a modernização estética de seu sistema, vestindo módulos antigos no estilo do Windows 11, com janelas com cantos arredondados, por exemplo.

  • Ancoragem de janela: a função de encaixe de janela (snap), que apareceu com a primeira versão do Windows 11, se beneficiará de uma nova interface que permite criar grupos de encaixe por meio de um simples arrastar e soltar na parte superior da tela.

  • Gerenciador de tarefas: ele adotará uma interface mais moderna, exibindo várias informações.

  • Segurança do Windows: o módulo que gerencia todos os sistemas de segurança do Windows 11 será enriquecido com uma nova função, Smart App Control (SAC), capaz de bloquear automaticamente aplicativos maliciosos ou não aprovados.

  • Widgets: eles vão melhorar ainda mais, podendo, em particular e para editores de terceiros (não Microsoft), oferecer várias funções em módulos.

  • Gerenciamento de energia: o sistema de gerenciamento de energia será otimizado para reduzir de forma inteligente o consumo de energia do PC. Um avanço que faz parte do programa da Microsoft para tornar o Windows mais sustentável.

  • Atualizações: além do Windows Update, será possível desinstalar atualizações das configurações do Windows 11.

  • Controle por voz: uma nova função permitirá controlar o PC por meio da voz.

  • Controle por gestos: Windows 11 gerenciará novos gestos, especialmente para tablets com tela sensível ao toque.

  • Assistente de foco: função Concentração, que evita ser incomodado por múltiplas notificações, permite criar sessões personalizadas.

Além desses recursos, o Windows 11 se beneficiará de vários aplicativos modernizados instalados por padrão. A maioria já foi sugerida ou apresentada nos últimos meses, com alguns até aparecendo em várias atualizações provisórias. Citemos a Microsoft Store (loja de aplicativos), Bloco de Notas, Media Player (novo player de áudio e vídeo), Clipchamp (software de edição de vídeo), Sound Recorder (gravador de áudio) ou Designer (criação gráfica).

Windows e Android

O Windows 11 22H2 finalmente possibilitará a execução de aplicativos Android, abrindo o Windows e os PCs para um universo totalmente novo. Esta função, permitida pela integração de uma máquina virtual (através do "subsistema Windows para Android"), havia sido prometida assim que o Windows 11 chegou em 2021, mas só ficou disponível posteriormente e apenas para o mercado norte-americano. Lembre-se que este módulo é baseado na Amazon App Store, que é menos extensa que a Google Play Store e requer uma máquina poderosa o suficiente para funcionar sem problemas. Teremos que esperar alguns meses para ver o que essa função faz na prática.

Patch Tuesday (12 de abril de 2022)

Com seu último Patch Tuesday, Microsoft corrigiu 128 falhas de segurança no Windows e outros softwares. Sugerimos que os patchs liberados pela empresa sempre sejam instalados sob pena de ter sua máquina invadida por hackers.

O que é o Patch Tuesday?

Além das atualizações anuais ou semestrais, a Microsoft lança constantemente atualizações parciais e até patches mensais, , principalmente o famoso Patch Tuesday, uma compilação de patches lançados na segunda terça-feira de cada mês.

Para quem?

Se você usa software da Microsoft, instale rapidamente o Patch Tuesday mais recente, que foi lançado em 12 de abril de 2022. Isso porque ele pode corrigir vulnerabilidades, incluindo 17 qualificadas como críticas. A Microsoft rastreia vulnerabilidades cotidianamente e sabe que elas são rapidamente descobertas e usadas pelos hackers, causando danos aos PCs. O patch de abril de 2022 pode corrigir problemas dos sistemas operacionais antigos (Windows 7 e 8.1) e recentes, assim como aplicativos como Microsoft Office, Edge e Skype.

Onde?

Para tirar proveito desses patchs, basta acessar o Windows Update nas configurações do Windows. Surgem então dois cenários: ou as atualizações estão no modo automático – a opção padrão – e você só precisa esperar que elas sejam baixadas para instalá-las após reiniciar o PC; ou elas estão no modo manual e você precisa clicar no botão Verificar atualizações para forçar o download antes de reiniciar o computador. Em geral, é melhor ter o reflexo de verificar sistematicamente a disponibilidade de atualizações e patches pelo menos uma vez por mês, na segunda quarta-feira, por exemplo, após o lançamento do Patch Tuesday.

Veja também
Este documento, intitulado 'Windows 11 22H2: Microsoft finaliza a grande atualização', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter!