Games que ensinam sobre guerras; confira

Games de guerra não faltam, mas os que fazem o gamer aprender a realidade dos conflitos bélicos, são esquecidos em meio à grande oferta do tema guerra ficção. Sim, é bem verdade, alguns títulos de sucesso fazem jus ao grupo dos ‘pés no chão’ espelhando o denso e terrificante destino da humanidade; a arte anuncia! Assim é, esses games são inspirados por eventos saídos diretamente das mentes absurdamente dementes de alguns humanos – mais real, impossível!

Lembrar é um trunfo garantido pela memória. Os títulos selecionados para exemplificar a temática da guerra tal e qual ela é na realidade, farão o gamer mergulhar de cabeça em conflitos que a maior parte da população do planeta Terra não gostaria de viver e reviver. Conheça quatro games que tratam do que acontece na vida atual, onde monstros e aliens são bem humanos.

This War of Mine

This War of Mine do 11 bit Studios lançado em 2014, é um game de sobrevivência, inspirado pelo Cerco de Sarajevo durante a Guerra da Bósnia de 1992 até 1996. Com um foco inédito, ele trata do terror vivido pelos civis em meio à destruição e à morte. O gamer vai ser jogado no meio de um grupo de civis lutando pela sobrevivência, em uma cidade sitiada e tendo que lidar coma penúria de alimentos, medicamentos, expostos aos tiros de francos-aturadores e saqueadores que infestam a cidade e seus arredores.

Para jogar, acesse o link This War of Mine para computador, Android, iOS. PlayStation 4, Nintendo Switch e Xbox One.

Spec Ops: The Line

Spec Ops Line é uma franquia que aposta num convincente apelo emocional, um confronto com o sofrimento da população presa num ambiente hostil de destruição e morte. Ele foi lançado em 2012 por 2K Games, O game tático se focaliza numa guerra em Dubai, onde o soldado Martin Walker vai lidar com problemas de equipe e com as atrocidades de um conflito bélico, em tempestades de areia e ruinas de arranha-céus, por todos os lados.

Para jogar, acesse o link Spec Ops The Line para PC, PlayStation e Xbox.

Post Scriptum

Post Scriptum é um simulador de tiro em primeira pessoa tático e multiplayer, com tema da Segunda Guerra Mundial, desenvolvido pelo estúdio Periscope Games 2018. Ele se centraliza na precisão histórica, fiel às batalhas em grande escala, uma linha ascendente de aprendizado difícil e a necessidade intensa de coesão, comunicação e trabalho em equipe. O cenário são as fazendas, bosques, vilas e áreas urbanas da Holanda, montanhas e rios da Bélgica e costas da França, abarcando três capítulos: o 1º Capítulo “The Bloody Seventh” com a Operação Market Garden, o 2º Capítulo “Plan Jaune” cobre a Invasão da França em 1940 e o 3º "Dia dos Dias", com a Invasão da Normandia em 1944.

Para jogar, acesse o link Post Scriptum para PC.

Fallout

Fallout é uma série do gênero role playing game - RPG para PC originalmente desenvolvido e publicado pela Interplay, com um cenário pós-apocalíptico no século XXII. A série Fallout começa em 1997, o último sendo o Fallout 76 da Bethesda Game Studios, 2018, antecipa o destino que, infelizmente com muitas chances não poderemos escapar; não nos deixam esquecer que estamos caminhando sempre num 'fio da navalha'', ou seja, sem volta para a humanidade Os episódios acontecem no século vinte dois e três, num estilo retro-futurista da década de 1940/50. Fallout 76, quando a ele, trata de uma utopia que vira ‘pura realidade’: como será a vida pós-apocalíptica? Para ter uma ideia sugerimos, jogue! Os principais jogos da série (Fallout, Fallout 2, Fallout 3 e Fallout New Vegas, um jogo estratégia táctico Fallout Tactics: Brotherhood of Steel, um jogo de ação para PlayStation 2 e Xbox Fallout: Brotherhood of Steel e Fallout 76, este último você pode baixar pelo link logo abaixo.

Para jogar, acesse o link Fallout para PC, PlayStation e Xbox

Foto ©Pixabay.

Este documento, intitulado 'Games que ensinam sobre guerras; confira ', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter!