Elden Ring: como é o mod VR em desenvolvimento conferindo a versão inacabada

A realidade virtual está chegando em uma versão jogável de Elden Ring. Na verdade o projeto não está completamente terminado, mas já pode ser avaliado, pelos assinantes do Patreon do modder Luke Ross. Confira tudo o que já sabemos sobre o mod VR de Elden Ring.

O game de base

Elden Ring, desenvolvido pela Bandai e lançado em fevereiro de 2022, é um RPG de ação fantasiosa e sangrenta com um vasto mapa para ser explorado. Enfrente criaturas assustadoras nas Terras Intermédias; é um dos games de maior sucesso neste início de ano de 2022.

Quem criou o mod VR do Elden Ring?

O modder Luke Ross é o responsável pelo mod VR do Elden Ring otimizado para uma gameplay em primeira pessoa. Ross é o pseudônimo do desenhista brasileiro que já se tornou famoso pelas transformações de outros games para versões jogáveis em VR, mas em terceira pessoa, como Red Dead Redemption 2, Grand Theft Auto V, Mafia: Definitive Edition Trilogy, Horizon: Zero Dawn e Cyberpunk 2077.

Vale lembrar, também, que Luke Ross faz parte da geração de artistas que, nos anos 1990, conseguiu entrar e se manter no concorrido mercado norte-americano de quadrinhos.

Como conferir o mod VR de Elden Ring?

Para conhecer e aproveitar o que já foi feito do mod VR de Luke Ross, é preciso fazer uma assinatura no Patreon do criador. Para tanto:

1.Acesse o link da página dedicada à assinatura para se cadastrar e ser um dos Patronos das criações VR de Luke Ross;

2. Clique no botão vermelho Fazer Parte:

3.Na interface aberta, preencha o formulário e clique em Cadastrar-se:

4.Depois disso, siga as instruções exibidas na tela para escolher a modalidade da assinatura.

Como é o mod VR do Elden Ring

Você já tinha pensado em como seria explorar as Terras Intermédias em realidade virtual com a câmera em primeira pessoa? Luke Roos pensou, e para a satisfação dos aficionados do Elden Ring, está transformando o game de base em versão VR. Confira como é o game usando o headset VR:

  • Caminhar e olhar: o uso do gadget permite caminhar em primeira pessoa, olhar para cima e vasculhar o teto, para baixo e juntar coisas no chão, explorar os cantos como desejar e puder.

  • Liberdade para se mover: o gamer vai ter que usar as pernas, pois como diz Ross, elas têm que garantir uma certa resistência. Versões VR de games não são para amadores. Por exemplo, manusear espadas nesta versão de Elden Ring demanda habilidade. Os gamers se confrontarão com o grande desafio de debutar em realidade virtual. "Quando você rolar ou executar animações programadas, a câmera segue a cabeça do personagem, mas se mantém orientada de acordo com o que a sua cabeça está fazendo na vida real", explica Ross. É preciso estar preparado para o movimento, apesar de que o gamer não ficará necessariamente enjoado ou ter vertigens, já que “o horizonte permanecerá nivelado e o mundo sempre parecerá estável", completa.

  • Em que pessoa jogar? Ross otimizou o game para ser jogado em primeira pessoa, mas nada impede você jogá-lo na visão original, ou seja, em terceira pessoa, embora sem a plenitude dos resultados da realidade virtual. Por quê? Porque a terceira pessoa neste mod se situa a cerca de 5 metros de onde a ação está se passando. Ross continua dizendo, ao PCGamer, que “Controlar a câmera independentemente do seu personagem pode realmente salvar sua pele”.

Para quando está programada a versão final?

O mod Elden Ring VR, inacabado, foi prometido para o final do mês de abril de 2022 e já está disponível para os cadastrados no Patreon de Luke Ross. Sobre a entrega de uma versão final, ela ainda não foi sequer mencionada, já que ainda há muito trabalho a ser feito.

Foto © YouTube.

Este documento, intitulado 'Elden Ring: como é o mod VR em desenvolvimento conferindo a versão inacabada', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter!