23
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Sistemas operacionais para celulares e dispositivos móveis

Anos atrás, sistema operacional era um termo que usávamos apenas para tratar de computadores e notebooks. Hoje em dia, no entanto, há sistemas operacionais para qualquer tipo de dispositivo ou gadget. Há os mais famosos para smartphones e outros voltados exclusivamente para smartwatches e outros aparelhos. Confira uma lista dos sistemas móveis mais conhecidos.




Android

O Android é o sistema operacional móvel mais popular no Brasil e no mundo, sendo utilizado em 2,5 bilhões de dispositivos. Desenvolvido pelo Google, o Android é o sistema padrão de aparelhos Samsung, LG, Nokia, Motorola, além dos dispositivos próprios do Google. O Android foi lançado em 2008 e já está na sua versão 11.

Suas atualizações são constantes e o sistema tem código aberto, permitindo que qualquer desenvolvedor crie novas funcionalidades. Um dos destaques do Android é o Google Play Protect, que garante toda a segurança do dispositivo, verificando apps e fazendo varreduras automáticas para evitar o ataque de vírus e outros malwares.


iOS

O iOS é o sistema operacional da Apple, utilizado em iPhones e iPads, e o mais antigo dos sistemas móveis, tendo sua primeira versão lançada em 2007. Atualmente já na versão 14, o iOS mantém a marca registrada da Apple de oferecer uma interface moderna e inteligente, com uma série de recursos que facilitam a vida dos usuários.

Novos recursos são inseridos a cada atualização e o principal destaque da versão atual é a possibilidade de largo uso de widgets na tela inicial para aumentar a produtividade do usuário. Derivado do iOS, o watchOS é o sistema operacional da linha de relógios inteligentes Apple Watch.


Windows Phone

Lançado em 2010 e renomeado como Windows 10 Mobile em 2015, o Windows Phone foi um sistema operacional para smartphones desenvolvido pela Microsoft. Por diversas razões, a empresa não conseguiu replicar o sucesso do Windows para PC em dispositivos móveis e, em janeiro de 2020, seu uso foi inteiramente encerrado.

Um dos diferenciais do Windows Phone era integrar softwares já conhecidos do grande público pelo seu uso em computadores. Entre eles, Windows Media Player e Word, Excel e demais programas do pacote Office. Apesar de alguns anos de parceria com a Nokia, o sistema nunca ameaçou o domínio do Android e iOS.

Symbian

Nos primórdios da internet em celulares, o sistema Symbian chegou a ter o domínio que o Android possui hoje em dia. Marcas como Samsung, Sony Ericsson e Nokia usavam o sistema operacional e, em 2006, 73% dos celulares em todo o mundo rodavam com Symbian. Esse quadro mudaria rapidamente.

Segundo especialistas, o principal defeito do Symbian foi não ter conseguido fazer a transição para os modelos de smartphones com telas sensíveis ao toque. A pá de cal viria em 2014 quando a Nokia, então proprietária do Symbian, abandonou o sistema e passou a utilizar o sistema Windows Phone.

BlackBerry

Outro dos pioneiros dos sistemas operacionais móveis, o BlackBerry rodava, como é de se supor, nos aparelhos de mesmo nome. Os celulares BlackBerry originais eram vistos como uma ferramenta profissional, para se responder e-mails e controlar a agenda de compromissos. Com a popularização dos celulares e sua facilidade de uso, a marca perdeu espaço.

Em 2013, a empresa tentou uma retomada com o sistema BlackBerry 10 e aparelhos mais modernos, mas já era tarde demais. Atualmente, os celulares da marca são fornecidos com Android e a companhia já anunciou que em janeiro de 2022 não será mais possível utilizar um aparelho com o sistema operacional.

Foto: © Nordwood Themes - Unsplash.
Veja também
Este documento, intitulado 'Sistemas operacionais para celulares e dispositivos móveis', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.

Assine nossa newsletter!

Receba toda semana o melhor conteúdo

Assine nossa newsletter!