65
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Como usar o app do auxílio emergencial e solicitar o benefício

Desde dia 07 de abril, a Caixa Econômica Federal colocou no ar um aplicativo para permitir que autônomos e informais solicitem o auxílio emergencial do governo para combate aos efeitos econômicos do coronavírus. Veja nesse artigo se você tem direito a receber o benefício e como utilizar o app para fazer sua solicitação.




A pandemia do coronavírus e a necessidade de as pessoas permanecerem em casa para evitar o contágio da doença reduziu os ganhos de milhões de trabalhadores autônomos e informais no país.

Para tentar aliviar os efeitos da crise sobre esse grupo, o Congresso Nacional aprovou na primeira semana de abril um auxílio emergencial de R$ 600 mensais para aquelas pessoas que cumpram determinados requisitos de renda. Desde a terça-feira (7), o cadastro para recebimento do benefício pode ser feito através de um aplicativo da Caixa Econômica Federal. Veja como fazer a sua solicitação.

Quem pode solicitar o auxílio emergencial

O auxílio emergencial, apelidado pela imprensa de 'coronavoucher', será pago a trabalhadores autônomos e informais. O valor base é de R$ 600, podendo ser elevado a R$ 1.200 no caso de lares com crianças e apenas um responsável. No entanto, nem todas as pessoas têm direito a essa renda emergencial.

Assim, para solicitar o auxílio emergencial, a pessoa deve ter mais de 18 anos, não ter emprego formal e possuir renda familiar mensal por pessoa de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.135,00).

Além disso, a pessoa não pode estar recebendo benefício previdenciário ou assistencial do governo, com exceção do Bolsa Família. Por outro lado, deve exercer atividade como microempreendedor individual (MEI) ou ser contribuinte individual da Previdência Social.

Importante: pessoas cadastradas no Cadastro Único (CadÚnico) do Governo Federal não precisam fazer a solicitação do aplicativo. Caso tenham direito ao benefício, receberão o auxílio de modo automático.

Como usar o app para solicitar o auxílio emergencial

O auxílio deve ser solicitado pelo aplicativo Caixa Auxílio Emergencial. Baixe o app clicando aqui. Na sequência, abra o programa e clique em Realize sua solicitação:



Na página seguinte, revise os requisitos para pedir o auxílio, marque as duas caixas confirmando que você está apto para receber o benefício e avance tocando em Tenho os requisitos, quero continuar:



Agora, comece a preencher os seus dados. Na primeira tela, informe seu nome completo, CPF, data de nascimento e nome completo da mãe. Antes de tocar no botão Selecionar, marque a caixa ao lado de Não sou um robô:



Na sequência, você deverá inserir seu número de celular e operadora. Em pouco tempo, você receberá por SMS um código numérico que deverá ser inserido nessa mesma tela para confirmar seu cadastro:



Confirmado seu número de celular, você agora deverá informar toda a sua composição familiar, ou seja, as pessoas que moram na mesma casa que você, sejam adultos ou crianças. Esses dados serão fundamentais para confirmar seu direito de receber o auxílio e mesmo qual valor será depositado:



Na sequência, indique no aplicativo como você deseja receber o auxílio emergencial. Há duas opções - Receber em uma conta existente ou Abrir uma conta e receber:



Se você optar pela sua conta bancária já existente, basta inserir seus dados como agência e número da conta. Caso você não tenha uma conta em banco, é possível solicitar a abertura de uma conta poupança na Caixa exclusivamente para receber o auxílio emergencial. Preencha todos os dados de identidade solicitados pelo app:



Com isso, seu cadastro está concluído e seu pedido foi enviado à Caixa. Os dados inseridos serão analisados pelo banco para confirmar que você tem direito a receber o auxílio emergencial. É possível acompanhar o status do seu pedido na página inicial do aplicativo, tocando no botão Acompanhe sua solicitação.

Erro CPF na base do CADUN

Alguns usuários têm relatado o surgimento de uma mensagem de erro no momento da inserção dos dados para acompanhamento do status da solicitação do auxílio emergencial. A mensagem diz CPF na base do CADUN, conforme a imagem abaixo:



Isso significa que o número de CPF informado pelo usuário do aplicativo já consta da base de dados do Cadastro Único do Governo Federal. Essa lista é utilizada pelos órgãos públicos para o pagamento de diversos benefícios, entre eles o Bolsa Família.

Tal situação não deve ser motivo para preocupação. Pessoas já inseridas no Cadastro Único não precisam fazer sua solicitação e receberão o auxílio emergencial de maneira automática, caso se enquadrem nos requisitos da medida.

Para esse grupo, a seguinte tela é exibida quando se tenta realizar uma solicitação do auxílio no aplicativo da Caixa:



Foto: © freestocks - Unsplash.
Este documento, intitulado 'Como usar o app do auxílio emergencial e solicitar o benefício', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.

0 Comentário