1
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Como limpar uma impressora

Com o uso, as impressoras à jato de tinta sujam os componentes internos, resultando impressões de má qualidade. A boa notícia é que se pode limpar o equipamento facilmente, embora exija prudência na manipulação dos elementos e conectores.


Se você lida com impressoras à jato de tinta, e bem provável que já tenha se confrontado com problemas de impressão. Se ao imprimir você vê linhas no texto que dificultam a leitura, sem dúvidas, os componentes – cabeçote de impressão ou cabeça de impressão – estão obstruídos. De fato e, com frequência, muitas das falhas de impressão não se produziriam se os usuários mantivessem os injetores limpos, para garantir que o fluxo de tinta chegue como precisa até o papel. Na continuidade do artigo, você vai conhecer o procedimento para limpar os cabeçotes de impressão, sem complicação e rapidamente.


Antes de começar

O primeiro passo é conhecer a marca e o modelo da impressora, já que cada marca e modelo de tem características diferentes. Recomenda-se ler o manual do usuário para ficar por dentro de como é a impressora e das dicas oferecidas pelos fabricantes sobre reparar e limpar o equipamento. Lembre-se que algumas marcas reduzem ou suprimem a garantia da impressora se forem feitas modificações, mesmo que sejam bem pequenas.


Vale lembrar que a limpeza deve ser feita regularmente. Faça uma limpeza a a cada três meses, por exemplo, se você imprimir quase todos os dias. Se você for um profissional e a que impressora faça parte do trabalho, é preciso saber que existem empresas especializadas que garantem a manutenção dos equipamentos de impressão.

Também é preciso considerar que as impressoras são dispositivos de alta precisão, portanto todo o cuidado é pouco, na hora de manipulá-las. Não se trata de ter medo, mas de limpar com delicadeza, sem forçar sobre as peças. E não se esqueça de tirar da tomada antes de começar a limpeza e colocar a impressora sobre uma superfície sem poeira ou sujeira.

Por último, leve em conta que o planeta tem recursos limitados e a humanidade enfrenta o desafio de combater o aquecimento global. Procure usar a impressora com consciência, somente quando seja necessário usar papel.

Programa de autolimpeza

Antes de limpar os cabeçotes da impressora manualmente, verifique se o equipamento oferece um programa de autolimpeza para eliminar eventuais obstruções. Em caso afirmativo, está é a opção mais recomendada: ative-a e espere que o processo esteja finalizado para se lançar na limpeza manual. E, antes de começar a autolimpeza, deixe o equipamento em repouso por mais ou menos uns 15 minutos. Vale repetir, não esqueça de desconectar a impressora quando terminar a autolimpeza e começar a limpeza com suas próprias mãos.


Na página do fabricante encontra-se o guia da impressora, veja se está indicado um programa ou botão de autolimpeza. Veja abaixo o site oficial dos principais fabricantes:

Epson / HP / Canon / Lexmark / Samsung / Brother / Xerox

Solução de limpeza para cartichos de impressão

É aconselhável comprar um produto específico para limpar o aparelho. Essa solução de limpeza é fácil de encontrar em sites como Americanas, Mercado Livre ou Amazon e não custam muito caro. A recomendação é usar uma seringa para aplicá-lo (geralmente ela já vem junto com o frasco do produto) e uma flanela limpa ou um guardanapo macio, já que ele deve deslizar suave e repetidamente. Pode-se imprimir páginas de teste para comprovar a melhoria na impressão e ter certeza que a limpeza foi o procedimento acertado.

Tecido de microfibras

A limpeza dos cabeçotes usando um tecido de microfibras com água destilada é uma outra solução. Esse método é melhor adaptado à antigas impressoras, que tem injetores mais grossos. Este tipo de tecido pode ser encontrado em qualquer supermercado, pois é usado também para limpar e secar superfícies lisas e delicadas, como o mármore dos móveis de cozinha.


Localize os cabeçotes da impressora, situados abaixo dos cartuchos de tinta. Umedeça o pano de microfibras na água destilada, álcool de limpeza ou como último recursos uma pequena quantidade de água corrente. Cuidado para não deixar o pano muito molhado e, sobretudo, não tocar em nenhum componente eletrônico enquanto limpa a impressora.

Neste método o segredo está na paciência e no jeito, não na força. Concentre-se nos orifícios e na maneira que pega e passa o pano, usando sempre as zonas limpas dele. Quando o trabalho estiver terminado, não esqueça de eliminar resíduos de unidade com um tecido seco.

Cabeçote com o cartucho

Pode acontecer ao começar a limpeza dos cabeçotes, tenha descoberto que estes se encontrem no próprio cartucho de tinta. De fato, as impressoras da HP são assim. Como limpar cabeçotes com esta configuração? Se a impressora for desta marca, o mais provável é que ela disponha de um sistema de autolimpeza. Agora, se este programa não resolver o problema, a obstrução do cabeçote se solucionará quando o cartucho for trocado, já que que está integrado no mesmo: tudo fica mais simples.



Máquina de ultrasom

Nos estabelecimentos profissionais, um dos métodos mais empregados para limpar os injetores dos cabeçotes são as máquinas ultrassons. Esta é uma solução, entretanto, tem um custo elevado, mas vale dizer que as ondas vibratórias são ótimas para destruir partículas duras que ficam incrustradas dentro dos cabeçotes.

Dica para prevenir o entupimento dos cartuchos

Além de manter a impressora em lugar limpo, livre de poeira e sujeira, tem um bom método para evitar que os cabeçotes entupam: procure imprimir pelo menos uma página por semana. Com este método, a tinta não secará nos cabeçotes, evitando a obstrução.

Foto: © Daria Filimonova - 123RF.com
Este documento, intitulado 'Como limpar uma impressora', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.

0 Comentário