Spyware

Setembro 2017

O que é um spyware

Um spyware é um programa encarregado de colher informações sobre o usuário do computador no qual ele está instalado, para enviá-las à empresa que o divulga para que ela elabore o perfil dos internautas. Ele colhe informações do registro dos URLs dos sites visitados, das palavras-chave introduzidas nos motores de busca, da análise das compras realizadas pela internet, dos pagamentos bancários (número de cartão de crédito) ou das informações pessoais.

Os spywares instalam-se, geralmente, junto com outros softwares (na maioria das vezes, freewares ou sharewares). Na realidade, isso permite aos autores dos ditos softwares, rentabilizar o seu programa, com a venda de informações de estatísticas e, assim, distribuir o seu software gratuitamente. Este é um modelo econômico, no qual a gratuidade é obtida através da cessão de dados pessoais. Os spywares não são obrigatoriamente ilegais, porque a licença de utilização do software especifica que este programa será instalado. Por outro lado, já que a 'longa' licença de utilização é raramente lida completamente pelos usuários, estes ignoram que tal software efetua esta análise de perfil 'às escondidas'. Além disso, ele causa prejuízo divulgando informações pessoais e também pode ser uma fonte de vários danos como o consumo de memória RAM, o uso de espaço no disco, a mobilização dos recursos do processador, o bloqueio de outros aplicativos e o incomodo ergonômico (por exemplo, a abertura de janelas publicitárias em função dos dados colhidos).

Quais são os tipos de spywares

Podemos distinguir dois tipos de spywares: os spywares internos (ou spywares integrados), que comportam linhas de códigos dedicadas às funções de coleta de dados e os spywares externos, que são programas autônomos instalados.

Veja uma lista, não exaustiva, de spywares não integrados: Alexa, Aureate/Radiate, BargainBuddy, ClickTillUWin, Conducent Timesink, Cydoor, Comet Cursor, Doubleclick, DSSAgent, EverAd, eZula/KaZaa Toptext, Flashpoint/Flashtrack, Flyswat, Gator/Claria, GoHip, Hotbar, ISTbar, Lop, NewDotNet, Realplayer, SaveNow, Songspy, Xupiter, Web3000 et WebHancer

Como se proteger contra os spywares

A principal dificuldade dos spywares é detectá-los. A melhor maneira de se proteger, por enquanto, é não instalar softwares que não são 100% fiáveis quanto à sua proveniência (principalmente os freewares, sharewares e, mais particularmente, os software de compartilhamento de arquivos em peer-to-peer).

Spywares de monitoramento gratuitos

Veja alguns exemplos (lista não exaustiva) de softwares conhecidos por integrarem um ou mais spywares: Babylon Translator, GetRight, Go! Zilla, Download Accelerator, Cute FTP, PKZip, KaZaA ou ainda iMesh.


Além disso, a desinstalação deste tipo de software exclui raramente os spywares que o acompanham. Pior ainda, ele pode provocar danos em outros aplicativos. Na prática, é quase que impossível não instalar este tipo de software. Assim, a presença de processos históricos suspeitos, arquivos estranhos ou entradas inquietantes no registro do sistema pode trair a presença de spywares no sistema.

Se você não estiver a fim de percorrer o Registro do Sistema todos os dias, não se preocupe, existem softwares, chamados anti-spywares que detectam e excluem arquivos, processos e entradas do Registro do Sistema criados pelos spywares. Além do mais, a instalação de um firewall pessoal pode, por um lado, ajudar a detectar spywares e, por outro lado, impedi-lo de acessar à Internet e, consequentemente, transmitir as informações coletadas.

Alguns antispywares gratuitos

Entre os antispywares mais conhecidos e eficazes, figuram o Ad-Aware da Lavasoft e o Spybot Search&Destroy.

Veja também


Spyware
Spyware
Spyware
Spyware
Spyware - Espiogiciel
Spyware - Espiogiciel
Spyware
Spyware
Última modificação: 24 de maio de 2017 às 12:15 por pintuda.
Este documento, intitulado 'Spyware ', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.