Rede de igual para igual

Faça uma pergunta
Julho 2018

Apresentação da arquitectura de igual para igual

Numa arquitectura de igual para igual (en anglais peer to peer), contrariamente a uma arquitectura de rede de tipocliente/servidor, não há servidor dedicado. Assim, cada computador em tal rede é um pouco servidor e um pouco cliente. Isto significa que cada um dos computadores da rede tem a liberdade de partilhar os seus recursos. Assim, um computador ligado a uma impressora poderá partilhá-la para que todos os outros computadores a ela possam aceder através da rede.

Inconvenientes das redes de igual para igual

As redes de igual para igual têm imensos inconvenientes:

  • este sistema não é, de forma alguma, centralizado, o que o torna muito difícil de administrar
  • a segurança está muito pouco presente
  • nenhum elo do sistema é fiável

Assim, as redes de igual para igual são válidas apenas para um pequeno número de computadores (geralmente uma dezena), e para aplicações que não necessitam uma grande segurança (por conseguinte, é desaconselhada para uma rede profissional com dados sensíveis).

Vantagens da arquitectura de igual para igual

A arquitectura de igual para igual tem no entanto algumas vantagens, entre as quais:

  • um custo reduzido (os custos gerados por tal rede são o material, os cabos e a manutenção)
  • uma simplicidade a toda a prova !

Instalação de uma rede peer to peer

As redes posto a posto não necessitam os mesmos níveis de desempenho e de segurança que os "software" redes para servidores dedicados. Pode-se por conseguinte utilizar o Windows NT Workstation, Windows para Workgroups ou Windows 95 porque todos os sistemas de exploração integram todas as funcionalidades da rede posto a posto.

A instalação de tal arquitectura rede assenta em soluções standard:

  • Colocar os computadores no escritório dos utilizadores
  • Cada utilizador é o seu próprio administrador e planifica ele mesmo a sua segurança
  • Para as conexões, utiliza-se um sistema de cabos simples e aparente

Trata-se geralmente de uma solução satisfatória para ambientes que têm as características seguintes:
  • Menos de 10 utilizadores
  • Todos os utilizadores estão situados uma mesma zona geográfica
  • A segurança não é um problema crucial
  • Nem a empresa nem a rede são susceptíveis de evoluir significativamente num futuro próximo.

Administração de uma rede posto a posto

A rede posto a posto responde às necessidades de uma pequena empresa mas pode revelar-se inadequada em certos ambientes. Eis as questãoes a colocar antes de escolher o tipo de rede: Designa-se pelo termo “Administração”:

  • Gestão dos utilizadores e da segurança
  • Disponibilização dos recursos
  • Manutenção das aplicações e dos dados
  • Instalação e afinação dos "software" utilizadores


Numa rede posto a posto típica, não há administrador. Cada utilizador administra o seu próprio posto. Por outro lado, todos os utilizadores podem partilhar os seus recursos como o desejarem (dados em directórios partilhados, impressoras, fax, etc.)

Noções de segurança

A política de segurança mínima consiste em atribuir uma palavra-passe a um recurso. Os utilizadores de uma rede posto a posto definem a sua própria segurança e como todas as partilhas podem ocorrer em todos os computadores, é difícil aplicar um controlo centralizado. Isto coloca igualmente um problema de segurança global da rede, porque certos utilizadores não protegem de forma alguma os seus recursos.

Page précédente

Última modificação: 20 de julho de 2009 às 14:59 por owliance.pt_004.

Este documento, intitulado '', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (https://br.ccm.net/) ao utilizar este artigo.

Mainframe
Cliente magro