O que causa o Erro HTTP 500 e como corrigir

Faça uma pergunta
O erro HTTP 500 é causado por um erro interno do servidor e pode impedir o acesso a uma página web. Se seu site apresenta esse problema, veja neste artigo como este erro acontece e algumas pistas para resolvê-lo.

O que causa um erro HTTP 500

O erro HTTP 500 pode ter várias causas. Entre as mais comuns podemos citar: um elevado uso de recursos; timeout (muita espera para carregar); uso elevado do servidor; permissões indevidas ou erradas para pastas e arquivos; parâmetros errados ou incompatibilidade com os arquivos de configuração como o .htaccess (Hypertext Access - usado em servidores web baseados em Apache) ou wp-config.php (arquivo de configuração PHP da plataforma WordPress que faz a conexão com o banco de dados e outras configurações); plugins desatualizados ou defeituosos e PHP desatualizado. Além disso, o erro pode ocorrer simplesmente por causa de um URL mal construído ou porque o site está em manutenção.

Como corrigir um erro HTTP 500

O erro 500 é corrigido, como já foi alertado acima, pelo responsável do servidor que hospeda o site ou o blog, que irá analisar os registros (logs) do site para determinar a origem e a solução do erro. Veja abaixo algumas soluções:

Acesso ao site maior do que o suportado

Talvez o acesso ao site seja grande demais para a capacidade da memória prevista no plano de hospedagem. É preciso, neste caso, alterar o plano para obter mais memória que poderá suportar um número elevado de visitas.

Permissões incorretas ou indevidas

Se o erro HTTP 500 se apresenta somente em determinadas partes de um site, é porque algumas pastas estão vazias por problema de permissão a um grupo de usuários. O administrador deverá, neste caso, certificar-se que as permissões das pastas sejam 0755 e dos arquivos EXE (mídias, textos em HTML, imagens) 0644. Em ambientes hospedados no Linux, as permissões podem ser restauradas pela ferramenta do sistema chamada Restaurar Permissões no Painel de Controle, atribuindo as permissões devidas.

Arquivo defeituoso ou corrompido

Os arquivos de configuração tipo htaccess, ph.ini ou web.config devem ser verificados, pois os parâmetros dos comandos podem estar defeituosos ou corrompidos. Geralmente este tipo de correção pode ser efetuado pelo Painel de Controle do site de hospedagem > Arquivos > Gerenciador de Arquivos. No diretório da plataforma usada é preciso desabilitar o arquivo .htaccess e criar um novo, baixando o código padrão desse arquivo. O erro também pode ter sido provocado por incompatibilidade do arquivo .htaccess com os servidores PHP (a partir da versão 5,3 ou superior). As regras do arquivo .htaccess são php_flag ou php_value, enquanto que as dos servidores PHP são PHP-FPM. A correção dessa incompatibilidade será realizada pelo Painel de Controle do site de hospedagem com a ferramenta Configuração PHP.

Atualizar ou remover plugins

O erro 500 pode acontecer, principalmente se for um blog hospedado na plataforma WordPress, devido a incompatibilidade de um plugin desatualizado ou defeituoso. Se a atualização não resolver, o plugin deve ser desinstalado. Esta operação pode ser feita pelo Painel de Controle da plataforma ou pelo Gerenciador de Arquivos ou FTP.

URL defeituoso

Este problema é facilmente corrigido pela digitação correta do link do URL. No caso do WordPress, depois de logado como administrador e acessado o Painel de controle > Configurações, selecione a opção Geral. É preciso alterar o endereço do WordPress (URL) e o endereço do site (URL) digitando-os corretamente.

Manutenção do site

Este erro também pode acontecer durante a manutenção de um site. Neste caso, basta aguardar e tentar conectar-se mais tarde.

Foto: © Botond Peter - 123RF.com
Jean-François Pillou

Jean-François Pillou - Fundador do CCM
Mais conhecido como Jeff, Jean-François Pillou é o fundador do CommentCaMarche.net. Ele também é CEO do CCM Benchmark e diretor digital do Grupo Figaro.

Mais informações sobre a equipe do CCM

Veja também