0
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Cinco aplicativos para aprender a programar


Faça uma pergunta
Nesse artigo, veja uma seleção de cinco aplicativos para entender conceitos básicos da programação, dar os primeiros passos na criação de códigos e se aperfeiçoar nas linguagens e programação.


Programação para todos

Até pouco tempo atrás, escrever códigos por linguagens de computador era assunto reservado a especialistas. A situação vem mudando e muitos sites e apps oferecem cursos para iniciantes e de aperfeiçoamento. Para aprender códigos, não é preciso ser programador. Embora o aprendizado oferecido pelos aplicativos não substitua um curso real, eles podem ensinar as bases da codificação através de exercícios lúdicos para que os usuários aprendam.

SoloLearn

Para curiosos em programação, o melhor é iniciar com os fundamentos dos códigos e é isso que o SoloLearn oferece. Com mais de mil cursos disponíveis, o app é completo e qualquer pessoa, com um pouco de dedicação, consegue criar códigos. Ele é composto por lições básicas até avançadas, todas com exercícios e questionários, abrangendo linguagens como C ++, CSS, HTML, Python, JavaScript e SQ. O aplicativo tem um fórum onde os usuários podem interagir, tornando o estudo menos solitário e mais produtivo. Baixe o app para Android ou iOS (em inglês).

Progate

Para quem não decidiu por qual linguagem começar, Progate é uma plataforma diversificada e que pode ajudar na escolha, ao oferecer 16 linguagens diferentes. As lições, para iniciantes e experts, são acompanhadas de slides e gráficos interessantes. O visual suporta exercícios para a solução dos problemas e atividades de aula. Para acessar o conteúdo, é preciso realizar uma assinatura mensal. Baixe o app para Android ou iOS (em inglês).

Grasshopper

Grasshopper é um app lúdico, cheio de jogos e brincadeiras, colorido e com gráficos excelentes. Ele pode ser usado pelo público adulto ou infantil, mas visa sobretudo iniciantes em programação. Grasshopper se apresenta como uma aventura, com uma série de exercícios curtos para explorar o funcionamento das linguagens. Baixe o app para Android ou iOS (em inglês).

Mimo

Mimo busca atrair jovens para o mundo da programação de sites, aplicativos e jogos. Ele possui um programa com aulas teóricas e práticas, muitos tutoriais e atividades diversificadas sobre códigos. Ele é divertido, bastante simples de usar e personalizável. Assim, é possível direcionar o aprendizado para uma linguagem de programação específica ou para a segurança cibernética, por exemplo. Como os capítulos são organizados em aulas curtas e exercícios simples, elas podem ser encaixadas no tempo livre do usuário. Baixe o app para Android ou iOS.

Code Karts

Não há idade para começar a aprender a programar e ela serve até para estimular o pensamento lógico nas crianças. Code Karts tem como cenário uma pista de corrida de carros. Nesse cenário, crianças a partir dos 4 anos de idade podem brincar e aprender sobre linguagens de computador ao mesmo tempo. Conforme o jogo avança, os níveis vão se tornando cada vez mais complexos, exigindo maior conhecimento no assunto para resolver problemas. Porém, só os primeiros níveis são gratuitos. Baixe o app para Android ou iOS.

Foto: © stockgiu - 123RF.com
Jean-François Pillou

Nosso conteúdo é produzido em colaboração com especialistas em tecnologia da informação sob o comando de Jean-François Pillou, fundador do CCM.net e diretor digital do Grupo Figaro. CCM é um site sobre tecnologia líder em nível internacional e está disponível em 11 idiomas.

Mais informações sobre a equipe do CCM

Artigo original publicado por Haykel Jouini. Tradução feita por Ana Spadari. Última modificação: 13 de maio de 2019 às 09:51 por Pedro Muxfeldt.

Este documento, intitulado 'Cinco aplicativos para aprender a programar', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (https://br.ccm.net/) ao utilizar este artigo.
Adicionar comentário

Comentários

Comentar a resposta do usuário anônimo